terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Parabéns a um Amigo





Abdoul Hakime Goul Djounoubi  do Blog A Flor do Sul. Um “piá” lá das bandas do Paraná que, através do mundo dos blogs pude conhecer e me tornar amigo. Garoto raro em inteligência e sensibilidade, e que hoje comemora seu aniversário. Como lhe prometi um presente, vai aqui esta pequena homenagem: Um post só para ti querido “Piá”.


O perfil


“Eu tenho os olhos castanhos e os cabelos profundamente negros. Às vezes falo muito, às vezes falo pouco, porém nunca digo tudo o que está dentro do meu coração, mais por falta de oportunidade que por não querer. meu sorriso é largo e é uma pena que eu não possoa sorrir todos os dias com todo o meu sorriso...
[Abdoul]


A Literatura




 “O homem, porque não tem senão uma vida, não tem nenhuma possibilidade de verificar a hipótese através de experimentos, de maneira que não saberá nunca se errou ou acertou ao obedecer a um sentimento. Tudo é vivido pela primeira vez e sem preparação. Como se um ator entrasse em cena sem nunca ter ensaiado”.



...





“Pelo fato da vida ser, relativamente, tão curta e não comportar “reprises”, para emendarmos nossos erros, somos forçados a agir, na maior parte das vezes, por impulsos, em especial nos atos que tendem a determinar nosso futuro. Somos como atores convocados a representar uma tragédia (ou comédia), sem ter feito um único ensaio, apenas com uma ligeira e apressada leitura do script. Nunca saberemos, de fato, se a intuição que nos determinou seguir certo sentimento foi correta ou não. Não há tempo para essa verificação. Por isso, precisamos cuidar das nossas emoções com carinho muito especial”.


[Milan Kundera . “A insustentável leveza do ser”]


A Emoção




Tu foste apenas uma sombra
Que rápido passou

Por minha vida,




Um pedaço do meu coração levou
Porém no fundo
Não deixou ferida.


Agora falta-me uma parte
Mas o todo
Ainda me restou.


Pra que vou lamentar o fim
Do que acabou
Depressa assim...


Se ainda tenho muito a dar
Daquilo que restou
Em mim?


E pra que vou lamentar o fim
Do que acabou depressa assim,
Se tu foste...


Apenas uma sombra!
Sombra que passou
E nada mais deixou.


Tu foste... apenas uma sombra
Que por mim passou...
E nada mais deixou!

[Abdoul]


A Música



[Atif Aslam]



[Alabina Ishtar]



Parabéns querido Abdoul


Paulo Braccini
enfim, é o que tem pra hoje...

14 comentários:

  1. Que graça, muito digno homenagear este rapaz muito sensível que eu adoro. Parabéns Abdoul.
    Ahh esse livro A Insustentável Leveza do Ser li duas vezes, mas para aqui meu comentário pra não falar coisas...

    Bjux Queridos

    ResponderExcluir
  2. perfeito querido Eduk ... perfeito ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  3. Omedetoo gozaimasu a ele!
    P.S.: não falei nenhuma obscenidade, é parabéns em japones

    ResponderExcluir
  4. q linda homenagem!!
    prova de amizade real!!
    digno!!

    ResponderExcluir
  5. valeu queridos amigos Vanderson e Mauri ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  6. Ótima homenagem... Parabens Abdul!

    Abs

    ResponderExcluir
  7. Paulo...
    Linda homenagem!!!
    Tbm adoro o blog do Abdoul!
    Que papai do céu conceda muuuuitos anos de vida para ele!!!

    ResponderExcluir
  8. Parabens ao Abdoul!
    Eu o conheco ha taum pouco tempo, mas a sensacaum q tenho eh q o conheco ha seculos!
    Ele eh de uma inteligencia impressionante e merece msm essa homenagem q alias, foi mto bem feita.
    Parabens pelo seu blog.
    Abracos.

    ResponderExcluir
  9. Obrigado Jaqueline e Angel ... em meu nome e em nome do Abdoul ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  10. Paulo, quer surpresa boa me aprontastes, hein! Eu tô passada, realmente passada, nem sei o que dizer. fostes fundo no negócio, né...
    por causa de ti, descobri um erro de ortografia na minha descrição pessoal (perfil), e já corrigi (risos). E, sobre a poesia "Sombra que passou", eu poderia ficar aqui horas a falar, mas acho que tentarei resumir (sou tão chato nesses comentários longos que nem sei como me aguentas, Paulo...). É isso: eu tinha um namorado borracheiro, forte, peludinho, 45 anos. Conheci-o quando tinha 17 anos e ainda morava no interior de São Paulo. Ele era lindo, olhos verdes e tal. Mas era casado, então fiquei com ele um ano e meio e larguei, dava muito tesão, mas não compensava prolongar qualquer relação, apesar dele ser gentil, tinha vezes. Uma vez vi ele passar de carro, ele disse, como sempre dizia: "Tu sobes? Vá, não sejas assim, amorzinho..." Eu disse que não e bati o pé que não subia nunca mais, e saí a cantar essa música na volta pra casa (na época eiu estudava no colégio, ainda). Nunca mais o vio depois.

    Depois disso, já em São Paulo, tive outros relacionamentos (muito mais tristes, diga-se de passagem, mas isso são é outros 500).

    Olha, me emocionei com o vídeo do Atif Aslam... Que docura! Que carinhoso ele. Obrigado, amigo, pelo teu ser tão sensível e delicado, e vê se aparece mais vezes no blogue e no MSN. gosto muito de ti, sabes.

    Abração a ti, e a todos os que leram e comentaram.

    PS.: Diz ao Guará Matos que eu quero comentar no blogue dele faz é uma semana ou mais, já, só que nunca consigo, pois fica só na verificação automática de palavras, e não consigo clicar em botão de enviar os comentários. Ele me visitou uma vez e eu queria retribuir, mas não sei como.

    Abraços, au revoir mon ami. Te gosto pra xuxu.

    ResponderExcluir
  11. Olá, achei linda a homenagem que você fez ao Abdoul que é uma pessoa e tanto mesmo e o conheci faz pouco mas o carinho que sinto é grande. Abraços

    ResponderExcluir
  12. Obrigado Deborah pelo seu carinho ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  13. Querido Abdoul ... vc merecia muito mais q esta homenagem mas eu q dava para fazer ... obrigado pelo carinho de sua amizade ...

    Vou falar ao Guará sobre o problema ... sugiro vc tentar clicando em coments com o botão direito do mouse e abrir em nova guia ... costuma resolver o problema ...

    bjux

    te gosto pra xuxu tb ...

    ;-)

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin