quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Auto-retrato

auto-retrato - dallierimagem . Dallier 


No retrato que me faço - traço a traço - Às vezes me pinto nuvem, às vezes me pinto árvore... Às vezes me pinto coisas de que nem há mais lembrança... ou coisas que não existem, mas que um dia existirão... E, desta lida, em que busco - pouco a pouco - Minha semelhança, no final, que restará? Um desenho de criança... corrigido por um louco!

Mário Quintana

Paulo Braccini
enfim, é o que tem pra hoje…

4 comentários:

  1. Paulo, linda a canção que vc me indicou de Vania de abreu - Misteriosa Dona Esperança, conhecia a artista mas a musica ainda não, adorei. obrigado.

    Sempre tive medo do meu auto retrato, queria esconder a infelicidade de alguns momentos de minha vida, queria trasnparecer o que não era, mas isso foi ja a algum tempo, aprendi que todos somos humanos e propícios a felicidade e infelicidade e hj posso dizer que esboço um sorriso de orelha a orelha em meu auto-retrato. Bonito post. bjoss

    ResponderExcluir
  2. então Edu ... é isto ... o amadurecimento nos leva a grandes descobertas e a vida nossa de cada dia ganha contornos e cores surpreendentes ... a música é linda mesmo ... adoro

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  3. Falando em retrato de arvore, vc ta convidadissimo pra festejar o dia da arvore comigo

    ResponderExcluir
  4. festejemos Mauri ... festejemos

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin