segunda-feira, 21 de junho de 2010

Nietzsche


"Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade."

Friedrich Nietzsche
Paulo Braccini
enfim, é o que tem pra hoje...

26 comentários:

  1. Também não gosto de gente sem tempero! Um pouco de ousadia não faz mal a ninguém.

    Nietzche enlouqueceu, mas os loucos sabem o que dizem!

    Abraços, Paulo. Passei apenas para desejar-te tudo de bom nesta semana que acabou de começar. E, se fores postar algum vídeo ou fotografia de tua última viagem à São Paulo, ficaria maravilhoso para estrear a semana. Se não, teus textos por si só já são todos bem escritos e escolhidos.

    Fica com Deus, meu querido.

    ResponderExcluir
  2. Almas vazias sem conteúdo, sem tempero e sem estímulo.
    Ah, Paulo como tem gente assim por aí.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a frase. Me lembrou as ironias proferidas por Oscar Wilde.

    bjão, gato!

    ResponderExcluir
  4. Me too.Qualquer existência sem as batalhas interiores com monstros,sejam verdes ou gelados,desejos torturantes,amores incondicionais , cegueiras repentinas,e tolices em geral não merece existir.
    bjos,suados e sujos,de uma mulher que caminha de olhos fechados...

    ResponderExcluir
  5. Toda alma tem um pouco de bondade, e toda alma tem um pouco de maldade. Ou muita. Algumas apenas optam por congelar-se aos olhos do mundo e não esboçar nada. Não acredito que alguém possa ser tão neutro assim.

    Um beijo Paulo!

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro Nietzsche, foi sem dúvida um dos caras que mudou minha relação com a vida. Substância que, dependendo, da dose cura ou mata! Bjão querido
    P.S. Queria muito vc com a gente no sábado. Foi ótimo. Bj

    ResponderExcluir
  7. ah eu tbm n gosto n, as pessos tem que ter um pouco dos dois. Um penssoa sem nada de nada pra mim é como n viver, sem personalidade, tem que ter uma pitada de sal ai.

    Beijos muito bom o seu blog

    ResponderExcluir
  8. E tem como gostar de gente sem graça?

    Muito obrigado pelo comentário sobre o post de Saramago. Foi uma grande honra receber tamanho elogio!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Jóia de frase, amigo filosofo. boa semana.

    ResponderExcluir
  10. Se o Nietzche odeia pessoas do tipo que ele descreveu acima...Então quer dizer que ele odeia ninguém.

    Pq na boa,TODO mundo é bonzinho e capeta ao mesmo tempo.
    O povo ai de cima (nos comentários) estão falando em almas "sem tempero", "vazias","sem conteúdo" etc e tal.
    Isso não existe!

    boa semana Paulo ;)

    ResponderExcluir
  11. Concordo com "Nitt" ehhehehehehe
    Um temperinho faz falta na personalidade de qualquer pessoa!

    ResponderExcluir
  12. A vida dessas pessoas deve ser um tédio! Essas não têm o que agregar.E o pior, é que acabam contagiando! Très triste...
    BjO*

    ResponderExcluir
  13. Pessoas sem tempero e sem alma me degradam.
    No mais, quantos séculos não piso aqui hein, rapaz?

    Abraccini!
    ;)

    ResponderExcluir
  14. Braccini, não dá idéia...to sempre fácil pra matar um desses, e vc vem e joga um Nietzsche numa segundona?..rs

    Vou ali tomar mais uma taça do meu vinho de 6,99

    bjão

    ResponderExcluir
  15. ehehe pode cre.
    só os su-americanos se salvam nessa. E alguns europeus tbm. Pq a grande maioria, tá td mto ruim tb.

    =)

    ResponderExcluir
  16. Nietzsche foi um gênio, fato. Seu plano de amadurecimento do eu se dava pelo auto-conhecimento... e aí questionamos, pq temos de seguir os passos que a sociedade nos ditou? Ao menos eu entendo assim no meu curto conhecimento de estudante secundarista =P E aí admiro seu rompimento, por mais maluco que ele possa ter parecido ou sido realmente =P

    Um abraço...

    ResponderExcluir
  17. Pessoas que ñ se posicionam sempre tem algo escondido nelas.

    bjuxx

    ResponderExcluir
  18. Sem sal, sem açucar? Tô precisando de um assim para eu jogar toda minha salinidade e matá-lo de diabetes.

    ResponderExcluir
  19. Também gosto das almas que tem emoção, quente, com sabor, com cheiro, com atitude!

    Abçs

    ResponderExcluir
  20. Maravilhoso Nietzsche!
    Mas não acredito na neutralidade completa, como também não acredito em santos ou demônios. Somos um baú de sentimentos conflitantes. Aguçamos uns e anulamos outros por puro instinto de sobrevivência. Não somos nada sem essa eterna dualidade. É o que nos faz atraentes.

    Belas reflexões como sempre!
    Beijo grande querido!!!!!

    ResponderExcluir
  21. Obrigado queridos ... bjux repletos de dualidade ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  22. Oi meu querido, realmente tem que ter um meio termo...um cadinho de cada coisa...bondade, maldade...bálsamo e veneno...assim a vida tem mais cor, mais brilho.

    Linda escolha.

    Estava sem pc, por isso dei uma sumidinha.
    Lá no trabalho tá meio difícil de navegar.
    Mas não me esqueço de ti.

    Beijos com muito carinho.

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin