sexta-feira, 19 de março de 2010

Mãe é Mãe!


Delicioso isto. Obra da genialidade e bom humor de Peter . Sex and the City Tupiniquim!!! . Blog Em Constante Construção . aqui compartilhado com voces.

Bom... como anunciado, minhas férias estão findando ... só tenho mais uma semana! E como mencionado anteriormente em algum post, meu relacionamento com a minha mãe nunca foi tão estranhamente bom! Com algumas discussões para não perder a prática ... mas, na maioria do tempo ... estamos nos dando bem... A ponto da "maledeta" tocar em alguns assuntos um tanto quanto "pessoais".

E não deixaria passar batida essa nova experiência, relacionei alguns diálogos em três tópicos.

CERTAS PERGUNTAS FEITAS POR UMA MÃE QUE DEIXA O SEU FILHO SEM GRAÇA:

--> No Posto, abastecendo:

Mãe: Nossa, nem o frentista você perdoa?!

Filho: Não estou olhando o frentista, estou olhando a bomba, para ver quanto vai dar!

Mãe: Ah... sei... Homem mudou de nome agora!

--> Na segunda-feira;

Mãe: Onde você estava de sábado para domingo que não voltou para casa?

Filho: (fiz para chocar)... No Motel.

Mãe: Ah... foi por isso que você não almoçou.

Filho: O que uma coisa tem haver com outra?

Mãe: Voltou comido!!!

Filho: ...........................

--> Café da manhã;

Mãe: Me diz uma coisa, seu irmão é gay também?

Filho: ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh...!!!

--> No carro indo fazer serviço de banco;

Mãe: Você fica com mulher também?

Filho: Não mãe, eu sou gay.

Mãe: Mentira, você fica com mulher!!!

Filho: Fico nada!!!

Mãe: E a Mariana?

Filho: Mãe isso foi no colegial, eu estava lutando contra tudo isso!!!

Mãe: A Taty?

Filho: Ela era bissexual não conta... e eu estava em fase de transição.

Mãe: Camila?

Filho: Tá mãe eu já me relacionei com mulheres... hoje não mais!!!

Mãe: Nem para ser "viado" direito você consegue... tenha dó!

CERTAS PERGUNTAS FEITAS POR UMA MÃE E RESPONDIDAS PELO FILHO QUE DEIXAM A MÃE SEM GRAÇA:

--> Na frente da T.V.; - (O Segredo de Brokeback Mountain)

Mãe: Nossa que bonito... é amor de irmão?

Filho: Não mãe, eles são gays!

Mãe: Todo mundo é gay para você! Homem não pode ter contato com outro homem que é gay!?

Filho: Pode mãe, mas... esses são gays!

Mãe: Mentalidade podre!

Filho: Olha a encoxada de irmão!

Mãe: Ai meu Deus!

--> Em casa;

Mãe: O almoço está pronto!

Filho: O que tem?

Mãe: Polenta com Rabada!

Filho: URHG!!!! Você sabe que não como isso!!! Se tivesse me dito eu faria outra coisa para mim.

Mãe: Para de reclamar e come só o rabo pelo menos!

Filho: Não gosto de rabo!!!

Mãe: Ah... sei... eu vejo como você não gosta!

Filho: Como você é podre!

Mãe: Diz que é mentira!

Filho: Não gosto desse rabo na pressão que ele fica mole e desmancha, gosto de rabo firminho!

Mãe: ..............................

PÉROLAS DA MÃE:

Esse troço que vocês falam "gaydar" é de compar?

Você vai naquela passeate RBD? (leia-se GLBT)

Mãe: O Nemo é gay não é? (Procurando Nemo)

Filho: Mãe é desenho... e ele é um peixe!!!

Mãe: Nada tira da minha cabeça que ele é um peixe gay!

Mãe: Vamos na igreja comigo?

Filho: Mãe, você sabe que eu naõ gosto e não vou!

Mãe: É um padre novo, ele é tão bonito, você vai adorar!!!

Mãe: Como funciona esse negócio de "ativo" e "passivo"?

Filho: Resumindo... o "ativo" come e o "passivo" dá!

Mãe: Acho que é por isso que os gays dão tão certo... se os casais de "não gays" (não existe a palavra hetero no vocabulário dela)... fossem assim... acho que duraria sempre muito mais os casamentos!!!

(P.S.: Oi!?!? Como assim?!?!)

Mãe... desculpa fazer isso contigo... Te adoro!!!

Peter

Paulo Braccini
enfim, é o que tem pra hoje...

32 comentários:

  1. hahahahha nossa isso foi mto bom!

    a minha mãe não fala nada, mas precisa ver a cara dela na tv vendo BBB hehehehe

    beijaooo!

    ResponderExcluir
  2. As dores e as delícias de expor o que vem em mente por mais absurdo que seja.

    Excelente fnds. Abração.

    ResponderExcluir
  3. Já conhecia esta *piada* e é muito divertida. Gostei dos acréscimos. São muito, muito bons. Mas falando sério, não há filho/filha no mundo que não queria ser aceito como é e receber o abraço bem apertado da mãe. Isso é mais profundo e remonta a costumes e valores arraigados há muito tempo. Hoje em dia, a coisa está um pouco melhor, e olhe lá, pois há muitos pais que ainda são assim, embora aparentem não o ser. Como mãe que sou do filho legítimo e dos mais 20 de que cuido (da família toda - um bando de marmanjos), e como filha, digo que se todas as pessoas fossem tocadas, acarinhadas desde pequenas, entrariam mais confiantes no mundo. Quando o meu baby chorava no berço, eu não lhe enfiava a mamadeira goela abaixo. Eu o pegava no colo e o acariciava muito. E ele se ia acalmando até sorrir pra mim e voltava a dormir. Fiz isso com as crianças na AACD. Depois de uma série de problemas, tive um desvio de coluna terrível e fui tratada muito bem lá, e tudo de graça. Quando voltei para o país, quis retribuir, e fiz Voluntariado, com as chamadas crianças *deficientes*. Deficiente é a besta que inventou mais este rótulo. Tais crianças realmente se sentiam deficientes, pois eram assim tratadas. E respondiam com agressividade, ódio.O rémedio para todos o males que têm por base o ódio é o Amor, em todos os níveis. As Guerras começam em casa e não há guerra santa. Minha mãe é Fantástica, completamente doida que nem eu:))) E o meu sobrinho gosta de meninos, para o desgosto da mãe dele, mas não do pai, meu irmão*****************
    Deixo-lhe este lindo poema e mil beijos a todos os filhos*********************************
    *Poema à mãe
    No mais fundo de ti
    Eu sei que te traí, mãe.
    Tudo porque já não sou
    O menino adormecido
    No fundo dos teus olhos.
    Tudo porque ignoras
    Que há leitos onde o frio não se demora
    E noites rumorosas de águas matinais.
    Por isso, às vezes, as palavras que te digo
    São duras, mãe,
    E o nosso amor é infeliz.
    Tudo porque perdi as rosas brancas
    Que apertava junto ao coração
    No retrato da moldura.
    Se soubesses como ainda amo as rosas,
    Talvez não enchesses as horas de pesadelos.
    Mas tu esqueceste muita coisa;
    Esqueceste que as minhas pernas cresceram,
    Que todo o meu corpo cresceu,
    E até o meu coração
    Ficou enorme, mãe!
    Olha - queres ouvir-me? -
    Às vezes ainda sou o menino
    Que adormeceu nos teus olhos;
    Ainda aperto contra o coração
    Rosas tão brancas
    Como as que tens na moldura;
    Ainda oiço a tua voz:
    Era uma vez uma princesa
    No meio do laranjal...
    Mas - tu sabes - a noite é enorme,
    E todo o meu corpo cresceu.
    Eu saí da moldura,
    Dei às aves os meus olhos a beber.
    Não me esqueci de nada, mãe.
    Guardo a tua voz dentro de mim.
    E deixo as rosas.
    Boa noite.Eu vou com as aves.
    Eugénio de Andrade*

    + besos pra vc, querido*
    Tenho um Lindo Dia!


    Ah, hoje vou precisar de uma mãe, pode ser homem, mulher, tanto faz, porque estou simplesmente moidinha *não dormi quase nada*. Preciso de massagem, de preferência daquelas que espetam os pés e me fazem gritar que nem doida. Depois, fico calminha******************

    ResponderExcluir
  4. O blog dele é ótimo.A maioria dos posts tem humor.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Ah Paulo, bom te encontrar hj cedo. Só vc para me fazer rir. Atacado é pouco. Rs.

    Vem pra Aju sim. Sinceramente, aqui não tem muita coisa para ser vista, só sentida mesmo. Rs. Xero.

    ResponderExcluir
  6. Ah, e adorei o beijo sabor caju. Delícia.

    ResponderExcluir
  7. Mãe é mãe.
    Vaca é vaca, rsrsrsrs!
    Bj.

    ResponderExcluir
  8. Sabe que você me inspirou... qq hora faço um post sobre este assunto tb.

    Minha relação com minha mãe é conturbada, mas vivemos em paz... e ela adora me por em situações q fico sem assunto...rs

    bjux

    ResponderExcluir
  9. Eu quase não tô me aguentando de ler isso. Tô me mijando de rir. Hahaha

    Queria eu ter uma mãe assim. Seria ótimo!

    Bom fim de semana, gato!

    ResponderExcluir
  10. kkkkkkkkkkkkkk

    Adorei!!

    Mãe é mesmo algo surreal, são figuras engraçadíssimas...

    Amo a minha!

    bj

    ResponderExcluir
  11. Hahahahaha
    Gente, sexta feira e todo mundo de bom humor.
    To rindo sozinha aqui.
    Eu, por muito menos me choquei com a minha mãe e o "ahhh! Então ela que é a bola da vez?"
    hahahahah
    Minha mãe é foda. Toda foda! =P

    ;*

    ResponderExcluir
  12. gostei muito do texto, mãe o que faze-las se não te-las como vive-las?

    ResponderExcluir
  13. Muito bom,Paulo.
    Tudo bem com você?Você sumiu!
    Sua visita sempre me dá muita alegria.
    Um beijo,querido.

    ResponderExcluir
  14. hahaha! Gente... que situação heim... Eu e minha mãe vivemos aos trancos e barrancos também...

    Não vejo motivos pra um dia isso mudar... estou pensando seriamente em me mudar de casa... pra outra cidade... quem sabe outro estado!

    ***

    :D

    ResponderExcluir
  15. kkkkkkkkkkkkkkkk que ótimo Paulo! Adorei!

    Quem me dera ter uma mãe assim. A minhã é tão religiosa que nem toca no assunto, finge que eu sou um boneco Quen, aquele da barbe, que não tem pinto, que não faz sexo e que meu namorado não existe... enfim... cada um é cada um né? ;)

    ResponderExcluir
  16. Hahaha.

    Humor a mil.

    Mãe é assim mesmo, aqui e em todo lugar.

    Ri muito agora.

    Obrigado por compartilhar amore!

    ResponderExcluir
  17. Mãe é mãe. E ponto.
    Hehehehe!!!!!
    Muito divertido e enriquecedor... como de costume!!!!
    Hugzón, dear!!!!! Ótimo fds!!!!
    ....
    Virgem, sim... ora tetas!!! Hahahaha!!!!!!

    ResponderExcluir
  18. eu tento ser uma mãe menos anacronica... quem disse que dá?

    ResponderExcluir
  19. UASHAUSHAUSuhsuahsuahsauus
    Minha Nossa Senhora eu to com dor nas bochechas de tanto rir. XD
    Calmae, eu preciso respirar.

    ResponderExcluir
  20. ..rsrsrsrss.. gostei do humor dele! Mães são mães neah?
    Às vezes tem que ter paciência e toda paz e ciência possível também!!!
    ..rsrsrsrsrs..
    Saudades 1000 daqui
    bjos

    ResponderExcluir
  21. Deliciosa leitura, Paulo.

    Mãe pode (quase) tudo, né? ^^

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  22. Querido Paulo:

    kkkkkkkkkk.Adorei.As mães deveriam vir com manual de instruções,assim seria muito mais fácil manuseá-las(rsss).Beijão e lindo fim de semana.
    www.lua2gatos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. AHsuhauahas, aiaaai sempre pensei o qto seria bom ter uma mae assim, mas agora toh achando melhor evitar a fadiga hsuhaushsua, bjoooo!

    ResponderExcluir
  24. Paulo meu fio, vc viu que tu serás o amigo bêbado na saga do Lobo. A Vaca poooode.

    Excelente fnds. Sempre bom repetir. Rsrs.

    ResponderExcluir
  25. uhauahhuahuahauahuahuauhauhahuhauahuauhahuhauhahauhauhuaahuah
    mãe é mãe mas tem cada uma neh?


    A minha deu pra repetir as coisas... pense..
    =P


    bjooooo

    ResponderExcluir
  26. Meu amigo!
    Acabei de publicar um poema de uma grande amiga, feito irmã, que é casada com outra grande amiga há 20 anos. Elas se dão muito bem e sempre que eu precisei me ajudaram. Hoje, me deram um monte de poemas. Então, publiquei um. Foi um homem que eu respeito, por vários motivos, mas que me fez dar-lhe um tapinha. Comentou que era um *poeminha* por puro preconceito!!! Ai, que nervos!
    Joguei, na postagem dele, que é sempre um maravilhoso poema dele sempre igual, um modesto soneto da Renatinha e falei que se ele mudar de post, ofereço outro. Porque toda vez que faço isso, ele muda de post. Me pegou no dia errado!
    Desculpe, querido!
    Beijos*

    ResponderExcluir
  27. kkkkkkkkk!!!! Tem mãe que não é gente não! Muito legal o texto, morri de rir aqui! kkkkkkkkkkk!!!! Pelo jeito hoje os blogueiros andam todos animadões. Delícia isso! Beijoca!

    ResponderExcluir
  28. como sempre dizem: mãe é tudo igual, só muda de endereço. entonces...

    Bom findi.

    Xero.

    ResponderExcluir
  29. eu vou imprimir e dar pra minha mãe!

    ResponderExcluir
  30. Obrigado amigos pela presença e pelos registros deliciosos ...

    bjux a todos ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  31. vou ali me mijar de rir e já volto...

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin