sexta-feira, 26 de março de 2010

Começar . Recomeçar


Para mim, o mais difícil sempre é o COMEÇAR.
É difícil começar uma idéia, elaborá-la, buscar outras idéias para que se juntem a original. Difícil também é começar a mudar de idéia. quando você já tem aquela idéia prontinha, certinha, bonitinha (com a sua cara) e de repente, se vê obrigado a pensar tudo de novo. Pensar uma idéia nova de novo, juntar com outras ... buscar seus argumentos, suas verdades ... suas defesas.
É difícil começar um curso novo. Você não sabe onde vai estacionar o carro, nem que caminho irá fazer, onde vai se sentar, quem sentará ao seu lado, quem será o professor e o que ele irá mudar em sua vida! É difícil começar a encarar um assunto novo e se deparar com toda sua ignorância. É difícil descobrir mais uma ignorância.
É difícil começar um novo relacionamento, qualquer que seja. com um novo amor, um amigo, um parente, um carro, um trabalho, um tapete, uma camiseta ou uma bota de cano alto ... se ajeitar ao novo. Conhecer seus costumes e, mais difícil, adequar a eles os seus. Difícil descobrir o lado certo e o avesso. aprender a usar sem que a etiqueta incomode ou o calo aperte. Manual de instruções é sempre um começo traumático para mim. Descobrir até onde o produto estica ou aperta, até onde ir antes de destruir tudo ... e lá se vai o novo relacionamento. 
Começar um livro novo é angustiante. As primeiras páginas são um suplício, montes de pessoas, lugares e sentimento que você precisa começar a entender ... até que a história comece realmente.
Começar a viver em uma casa nova é praticamente uma aventura. você não sabe por onde entram as correntes de vento. Quais as portas que rangem, quais as maçanetas que emperram. Onde estão os canos que, com certeza, você vai acertar na sua primeira investida com a furadeira.
Pessoas novas são sempre um problema. Onde ela esteve, que livros leu, qual sua opinião a respeito da cirurgia de mudança de sexo na Indonésia? Como começar um relacionamento com um nêmore de uma ilha afastada da Ásia. 
Começar a arrumação de um quartinho de bagunça. Você olha o quartinho da porta um milhão de vezes e ensaia ... olha, suspira e fecha a porta. Mais tarde, abre de novo a porta, de fininho para não ser percebido ... espia pela frestinha e com medo, fecha de novo a porta. até que um dia, num arroubo de coragem enfrenta de peito aberto, o perigo que pode representar um quartinho de bagunça - roupas de bebê do seu filho que já fez dez anos, chupetinhas que ele abandonou, os primeiros rabiscos em lápis colorido ... enfeites de natais passados, lembranças de nascimento, convites de casamento de casamentos que nem existem mais .... melhor fechar a porta de novo ... e começar a esquecer.
Como é difícil também começar a esquecer. Tudo lembra, seja o que for. Como é difícil a decisão de: "a partir de agora eu vou esquecer" e pronto ... aperte o delete. Tudo resolvido.
Ainda mais complicado é começar o que já foi começado (ou seria recomeçar)? 
O primeiro gole da primeira garrafa de vinho nunca é tão saboroso quanto o primeiro gole da segunda garrafa ... quando o vinho já te preparou para o sabor do vinho!



Paulo Braccini
enfim, é o que tem pra hoje...

32 comentários:

  1. Sim, concordo em tudo, sobretudo em "o primeiro gole da primeira garrafa de vinho nunca é tão saboroso quanto o primeiro gole da segunda garrafa ... quando o vinho já te preparou para o sabor do vinho!"
    Excelente postagem e exemplo da Mariah, que o amigo partilha conosco.
    Muito obrigada!
    ***
    Meu querido, lembra do meu post de ontem, em que eu disse que ou ficava o post - Verdade ou Meia Verdade - ou eu? Pois bem, é claro que não sou de abandonar o barco, de jeito nenhum. Mas não tinha nada pronto. Traduzi, *desvirtuando* de propósito, um fragmento de um livro que estava a mão, e ficou assim:

    "Se nos dermos uma chance...

    Publico porque quero bem a mim e a vocês.

    "As estações mudam, assim como as cidades. As pessoas entram e saem da nossa vida, mas o bom de tudo isso é saber que aquelas que amamos e que nos amam ficam para sempre em nosso coração, e, se nos dermos uma chance, a coisa pode deslanchar."

    Trad. pela Renata*
    Sex and the City, I Heart NY, 2002

    *******
    Sim, muitas foram, apreciaram, outras foram na hora em que iam mudar o seu post, pois eu tenho os sentidos apuradíssimos e sei muito bem as intenções de todos os que me visitam e visitam outros através de mim e de outros (acho que o amigo entende). Entra um senhor, e simplesmente não lê o post, e dá-lhe, é óbvio, em cima da minha imagem.
    E agora, publico uma canção que ficou muito popular por sua breguice (por ser cantada e não pela autoria), mas que eu amo de amar. Há pessoas que não gostam. Tudo bem. Vamos ver lá quem é amigo.

    Melhores começos e recomeços/menos tropeços a Mariah e a todos.
    Beijos e Bom dia.
    + bisous.

    ResponderExcluir
  2. começar sempre é dificil , pena que a vida seja feita de novos começos.

    ResponderExcluir
  3. E que nesta sexta a gente comece recomece tantas vezes necessárias.

    Vou repetir o que o Lobo disse uma vez para mim sobre os meus comentários, agora adaptando para vc: Braccini tá numa vibe safadinha danada. :)
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Olá DD
    Tenho mais dificuldade em começar. Começar a ser amigo, começar esquecer, começar a planejar, etc.
    E pra começar o dia, deixo um beijo para você. (no coração).
    Bjux

    ResponderExcluir
  5. Que texto incrível, Paulo!
    Tudo o que é novo realmente é mais difícil. Lembro quando fui conhecê-lo. Tava uma pilha de nervos. E se não tivesse assunto? E se não rolasse a química virtual? Alexandre me acalmou e felizmente ocorreu tudo muito bem. Mas tenho certeza que a segunda, será mil vezes melhor.

    bjs e bom fds.

    ResponderExcluir
  6. O começo....Qquando é bom e continua-se.
    Construa-se uma grande história.
    Bj.

    ResponderExcluir
  7. Começar eu até começo: aula de inglês, academia, um novo amor, a arrumação do quarto...

    Pra mim, o duro é dar continuidade rs

    bj

    ResponderExcluir
  8. A vida é feita de começos e recomeços... Adorei

    Beijos em versos

    Saudades de vc!!!

    ResponderExcluir
  9. Ai amigo,Nem sei se viciei nessa vibe, ou se é destino,defeito,virtude ou maldição.
    Nunca chego na segunda garrafa, vamos dizer assim.
    Sangue cigano.É inaugurar o novo bairro,o novo curso,nova lingua, novas pessoas, ano sim, ano não.
    Aiai, pôs me a pensar,acho que depois de tanta andança, preciso desse gole da segunda garrafa...
    Vou arrumar uma âncora!(será?)
    bjos,tava com saudades.

    ResponderExcluir
  10. Depois do fim de um longo relacionamento,é o que estou tentando fazer.Obrigado pelo texto:me fez pensar.
    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  11. para mim...é sempre mais difícil terminar ...
    odeio finais

    bj
    teresa

    ResponderExcluir
  12. Minhas dificuldades são na manutenção...

    ResponderExcluir
  13. não, vc não está delirando,rssr.
    me passa seu e-mail preu mandar as questões.Ok/

    abraço

    ResponderExcluir
  14. Como esquecer algo que não sai, nunca mais, das nossas entranhas? Nem dá, né...

    Paulinho, você é um encanto, menino lindo.

    Adoro!

    Beijo imenso.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  15. Perfeitoo.

    Eu nunca tinha parado para pensar nisso. Mas realmente começar é complicado. Mas tem coisas que no começo é sempre mais interessante, como a emoção do primeiro beijo, o nascimento do primeiro filho, é complicado, mais é recompensador.

    =D
    Beijoos

    ResponderExcluir
  16. O recomeço e complicado mesmo, depois de tuda talhado temos que refazer ou recomaçar.
    Mas, se, não quizer recomeçar é só começar do começo.
    Tracadalho do carilho.

    ResponderExcluir
  17. Querido Paulo:

    Acho que nossa vida é um eterno recomeçar não é mesmo? Lindo fim de semana.Bjão.

    ResponderExcluir
  18. O desconhecido sempre dá um pouco de medo. Afinal, é desconhecido, sabe lá o que pode acontecer...

    Ai ficamos dependendo mesmo da nossa coragem pra tocar a vida pra frente. Ou ficam que nem eu, que quando dou de cara com um prédio novo, observo e rodo milhares de vezes, até tomar coragem e perguntar pra alguém onde está a pessoa/sala que procuro...

    Beijos Paulo!

    ResponderExcluir
  19. Recomeçar é sempre complicado, o novo nos cerca de receios; mas há outros e melhores sabores em novas garrafas.

    ResponderExcluir
  20. Olá, querido!
    "Felicidade se acha em horinhas de descuido"
    Guimarães Rosa

    Bisous, Paulo!
    Bom Dia!
    Renata Hoje Mázinha.
    PS: Podes visitar-me hoje?

    ResponderExcluir
  21. pra mim também o mais dificil é começar :)

    ResponderExcluir
  22. Olá Paulo, hoje criei coragem e invadi teu espaço, espero ser bem recebida...rs.
    Sabe, faz tempo que vejo comentários seus em alguns blogs que visito, já vim aqui algumas vezes, já te li e não sei dizer por qual razão, saía sempre sem comentar, mas hoje eu vou deixar primeiramente parabéns pelo teu espaço, dizer que eu adoro o título dele (Enfim! é o que tem pra hoje...)...é tão diferente, gosto por demais.
    Se permitires quero voltar, vou gostar de te acompanhar.

    Beijos com carinho e um bom final de semana.

    ResponderExcluir
  23. Adorei a citação do vinho, eh super verdade, e os proximos são melhores ainda... Como sabe ando com alguns problemas com relação a iniciar novas ideias nas cabeças alheias, entao entendo perfeitamente esse texto... Mas acho que é isso que nos faz romper nossos limites, exige mais de nós... e aew crescemos.. é no primeiro passo, na primeira vez que aprendemos... depois só podemos nos aperfeiçoar........ bjuuuu!

    ResponderExcluir
  24. Amigo Paulo,
    Estou de volta.
    Obrigado pela presença amiga e afetuosa nesse meu período de ausência.
    Valorizo nossa amizade. Mesmo que distante e virtual, lembrando que o virtual é apenas uma "figura" que as vezes pode ser mais real que a presença...
    Abraço e deixemos de filosofar kkkk
    bju

    ResponderExcluir
  25. Realmente o Big Brother não me emociona, acho uma babaquice este tipo de programa e acho uma certa forma de sadismo as pessoas ficarem assistindo á tortura... física e psicológica ...de outras pessoas.
    Mas, é hora de eu me envolver! O paredão de eliminação de hoje é entre Dimmy Kier (DiCesar) e o ultra-homofóbico declarado DOURADO! Um cara totalmente escroto e ignorante, que chegou até a dizer que homens heterossexuais não pegam AIDS! Num verdadeiro des-serviço á saúde pública.
    Alguém tem dúvida de quem usaria melhor o dinheiro?
    Precisamos eliminar este cara! Entre no site da GLOBO.com e vote! Vote até cair seu dedo! Vote até acabar seus créditos! Vote até sua conta de telefone estourar! Se o Di ganhar vai ser um recado para MUUUUUITA gente!

    ResponderExcluir
  26. Díficil também é parar quando as coisas dão certo e vc já está saciado.

    Bom fds!
    XD

    ResponderExcluir
  27. Grandes verdades, Paulo.

    Pior ainda é quando precisamos começar algo sob pressão, e não por iniciativa própria...

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  28. Bah...andei dodói...BEEEEM dodói...
    Enxaqueca amigo...vamos ficando "experientes" e conhecendo pedaços nossos que nem sabiamos que existia..
    Mas nisso consiste REcomeçar...e confesso que É MUITO MELHOR RECOMEÇAR COM AMIGOS COMO VCS!!!!
    bjbjbj
    saudades...
    e estou de volta tchê...
    Esperando uma visita de vcs por estes pagos!

    ResponderExcluir
  29. Ótimos argumentos e eles estão maravilhosamente arrumados, mas eu gosto de mudar, gosto do novo, não gosto do óbvio, prefiro o "vamos ver no que vai dar".

    Ótimo Paulo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  30. É, eu também tenho problemas para começar as coisas. O engraçado é que quando você começa, vê que não era tão difícil...
    abraço

    ResponderExcluir
  31. Obrigado amigos pela presença e pelo carinho ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  32. the end is the beginning is the end is the beginning...

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin