segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Cinquenta Tons de Cinza







O estrondoso sucesso mundial do livro ”Cinquenta Tons de Cinza” sugere que, a despeito de décadas de feminismo, ser subjugada e dominada por um macho alfa ainda seria a suprema fantasia feminina.
Bem! Só a fantasia feminina? Bratz acha que não, pois ele leu e, a cada capítulo, um êxtase pleno e absoluto.
Anastasia Steele é uma radiante garota na flor de seus 21 anos, prestes a se formar em literatura. Ingênua e bem-comportada, ela nunca teve sequer um namorado. Na verdade, ainda é virgem. Perto dos 30 anos, Christian Grey tem cabelos acobreados, é alto, forte, de corpo muito bem definido, porém não musculoso demais, e bi – isto é, bilionário.
Os dois se encontram por acaso quando ela vai, no lugar de uma amiga, entrevistá-lo para o jornal da faculdade. A atração mútua é fulminante e avassaladora. Se Grey é a imagem perfeita do príncipe encantado dos sonhos de Anastasia, ele não suporta mais ficar um instante longe dela. Parece se tratar de uma união simplesmente divina, não fosse o fato de o magnata possuir um traço terrível e obscuro em sua personalidade.
Na luxuosa cobertura envidraçada onde vive, na cidade americana de Seattle, entre valiosas obras de arte e um piano de cauda branco – que ele toca com o talento de um virtuose -, existe “o quarto da dor”. Decorado com veludo vermelho e couro negro, o cômodo é equipado com cama gigante, almofadas confortáveis, chicotes, coleiras, correntes, algemas e todo o aparato necessário para intensas sessões de sexo sado-masoquista.
Em vez de propor casamento, Grey espera que Anastasia se torne sua escrava sexual e principal objeto de prazer. “Não sou do tipo romântico”, diz, em tom autoritário, para a aterrorizada, porém perdidamente apaixonada donzela. Mesmo hesitante, ela aceita o desafio, que inclui total submissão, açoitamento, palmadas, olhos vendados, punhos atados e nenhum carinho. 
Tudo descrito nos detalhes mais gráficos, epidérmicos e voluptuosos. Conseguirá a inocente heroína conquistar o amor verdadeiro mergulhando nessa relação no mínimo doloridíssima? 
Esse é o enredo de Cinquenta Tons de Cinza, o livro que todo mundo está lendo, comprando, baixando na internet, comentando, recomendando, discutindo e, acima de tudo, adorando no mundo inteiro. Devido ao caráter extremamente explícito das cenas de sexo, que vêm misturadas à linguagem simples dos romances baratos e ao enfoque descaradamente água com açúcar da história de amor, a obra já foi qualificada como “pornô para mamães” e “Cinderela tarada”. 
Este sucesso todo é apenas o primeiro de uma trilogia [Cinquenta Tons mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade] e já garantiu a compra dos direitos da obra para ser levada às telonas.

Ref: Ricardo Setti - Revista Veja em 24/06/2012

Confiram o teaser e vejam se não é deixar "asamigas" doidas ... OMG!





ps: 01 - Antes que atirem pedras no Bratz, ele deixa claro que em momento algum ele está classificando esta obra como LITERATURA cult. Vale pelo prazer de um simples entretenimento e viagens fetichistas, mas com boa vontade também podemos sacar um pouco da alma, da personalidade e do SER. 
02 - Este livro, também me remeteu a outro que li e que fez enorme sucesso na época, por coincidência também apedrejado pelos "cults" de plantão e que, hoje, recebe críticas especializadas que o classificam como obra literária ... vai entender né? "A Inustentável Leveza do Ser" de Milan Kundera".
03 - De certa forma, este post remete à reflexão do anterior.



Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

54 comentários:

  1. E não é que me atraiu bastante a história desse livro?
    É daqueles livros que eu tenho vontade de devorar no mesmo dia.
    Já que tu disse que tem pra baixar na net, vou ver isso agorinha.

    Beijos meu querido Paulo.
    Brigadinha por te carinho de sempre lá no rabiscos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É destes mesmo, q se devora em duas sentadas. Hoje recebo o segundo volume da obra Cinquenta Tons mais Escuros ... ansioso por começar a devorá-lo tb ...

      bjão

      Excluir
  2. Olá Bratz!
    Ainda não li esse livro... Na verdade já ouvi falar aqui ou ali, mas nunca tinha lido sobre o enredo... Me lembrou um que li faz pouco, "A História de O" e não sei... Talvez eu seja um tanto romântico demais para sadomasoquismo, me dava certa agonia as agressões físicas... Mas pra quem gosta deve ser um prato cheio.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Freddie! esta obra é bem mais light q A História de O". Na verdade é até romântico mesmo ... os lances de SM só permeiam de forma nem um pouco agressiva ...

      Excluir
  3. Também já vi se referirem a ele como "Crepúsculo pornô" hahaha!Não é para mim, nunca curti muito esse lance de dominação (só de brincadeirinha).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como mencionei acima, amigo, o lance SM só passa de permeio e é quase q só uma referência.

      Excluir
  4. Sem beijo na boca Edu ardinho não dá o fiofó nem pra bilionário (a menos que ele pague bem, néam?) ;-)

    ResponderExcluir
  5. Tô passada na manteiga. Certo que quero ver. E logo. Hehehe! Depois me conta como foi o momento cafuçagem que deve ter rolado por aí depois do TPM Repórter... hahahahaha! Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até q tive picos hormonais mas o programa de 6ª e sábado foi mais cult, muitas bibas e poucos machos ... rs ... quinta eu conto por aqui ... rs

      bjão

      Excluir
  6. Acho que nada mais é que uma releitura moderninha do Marquês de Sade... Bjo!

    ResponderExcluir
  7. Já ouvi falar tanto desse livro que estou pensando em ler também para não ficar de fora das conversas hehehehhehe

    ResponderExcluir
  8. cara.. .eu tbm to lendo esse livro... falei com a minha irma e essa logo pegou o livro e não deixou eu terminar de ler ele...

    ResponderExcluir
  9. Bratz:

    Eu e Pi estamos megaaaacuriosos pra ler este livro. Provavelmente no fim do ano leremos pois o queremos dar de presente pra sogritcha...hahahaha.

    Beijão e linda semana, meu amigo.

    ResponderExcluir
  10. É a eterna discussão de onde é o limiar entre o prazer e a dor,... o amor e o ódio. Esse livro, ainda não li...mas já li outros com a mesma temática(BD/SM). É muito tênue o limite e muito atrativa a ideia.
    O filme deve ter ficado bom...cenas bonitas.
    Beijos Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Margot, existe esta questão mesmo do limiar ... mas continuo com minha leitura do livro ... a questão do BD/SM na obra é tão somente o pano de fundo [embora o q tem dado repercussão seja este aspecto]. Na verdade a autora fala de amor e como o ser humano tem dificuldade de lidar com isto por inúmeras questões ... na verdade é mais uma questão do comportamento humano sob o prisma de um leigo [não psicólogo, não psicanalista, etc].

      Excluir
  11. Não consegui ler o livro ainda mas pretendo assistir o filme(droga,só em 2013??)pq precisei me aprofundar,por força de um trabalho,no Balzac (como boa pós-balzaquiana..ahahaha)e estou devorando "As ilusões perdidas",mas te confesso que o trailer acima e o "bofe dilicia" (que eu não conhecia)me deixaram com calor...(mais risadas,totalmente despudoradas, mas secretas!)
    Bem,é preciso parar com os devaneios e voltar ao trabalho,mas agora que sou fã deste blog, vou ter que dar minhas passadinhas por aqui e me aculturar um pouco..:)))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkk ... é de tirar o fôlego mesmo amiga ... até o meu q sou bem mais bobo ... kkkkkkkkkkkkk

      bjão

      Excluir
  12. Oi ... O texto despertou minha curiosidade quanto ao livro. SM/BD sempre despertaram também um "Q" em mim. Medo ... Abraços !!

    ResponderExcluir
  13. bem... se for pra ler imaginando o Matt Boomer até rola...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já é um bom começo ... kkkkkkkkkkk ... Matt Boomer ficará perfeito pelo q imaginei de Christian Gray ... OMG ...

      Excluir
  14. Nossa, já é a segunda vez que venho comentar aqui e o meu texto some...rs rs rs...antes mesmo de dar enter. E nas duas vezes escrevi um montão...Bem, vou tentar de novo.

    Qdo vi cinquenta tons de cinza e todo o burburinho envolta dos livros já sabia que Matt Bomer seria o personagem principal. Um dia parei na livraria cultura e li os 3 primeiros capítulos já com a imagem dele em mente. Não gostei do texto, achei fraco. Mas não sou nenhum critico literário. Claro que lerei os 3, pq sou curioso, mas não é um investimento que quis fazer....vou esperar alguém me emprestar...rs
    Não gosto muito de livros voltados ao publico feminista...digo, feminista, e não feminino. Essa coisa de provocar a mulher, hora por ser ela a dona do mundo, ora por se escrava sexual, me desagrada. Cai na esbarrela de comprar o ultimo livro da Fernanda Young por que a critica muito falou...era livro de mulherzinha, mas insisti e li...uma bosta...e prometi nunca mais faze-lo.

    Cinquenta tons de cinza não é tão pobre como o de Fernanda, mas segue uma mesma linha que me desagrada.
    Lerei, aí comentarei contigo com mais precisão. Alias, devo ter sido deletado, nunca mais o vi on line...rs

    Abração Paulo...lembranças a Elian.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. deletado? imagina! entro pouco no MSN mas vou me corrigir nesta falha querido ...

      qto ao livro é como eu tentei colocar ... me seduziu e não o vi como um livro voltado para o público feminista ... pelo contrário ... não é nenhuma obra literária mas a autora sabe prender o leitor e, se tivermos um pouco de boa vontade, dá até para analisar o comportamento humano ...

      já comprei o segundo volume ... vou começar a ler ...

      o primeiro está disponível na net para download ...

      bjão

      Excluir
  15. Eita que eu não gosto dessa coisa "sado-masoquista". Mas se meu mestre falou... não custa dar uma espiada. To precisando ler alguma coisa diferente... vou por essa sugestão.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se estas precisando então leia ... mas sem esperar muito e sem preconceito tb ... simplesmente leia de deixe se levar ... rs

      beijão

      Excluir
  16. Adorei teu comment... gracias pelo afago, querido! Bjs!

    ResponderExcluir
  17. Caraca, esse livro tá dando o que falar mesmo! E olha que a Erika disse em entrevista que não é tão pervertida assim, hahahahaha! Não sei se sairá uma versão para cinema, mas se sair, parece que o favorito pro dominador é o bonitão Ryan Gosling... Aguardando!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Adoro essa vibe maduro-DURO de Braccini...
    * suspiro *
    Hahahahahahahahahaha!
    BjAs!

    ResponderExcluir
  19. Meu boy tava a fim de ler esse livro. Não resisti.

    Fui lá...



    no 4 SHARED e BAIXEI EM PDF pra ele ler...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele vai gostar ... aproveite e leia tb ... vai aprender muita coisa ... rs

      Excluir
  20. Tudo que as mulheres mais curtem: submissão e dinheiro alheio... kkkkk

    PS: Com raras exceções.

    ResponderExcluir
  21. Oi, quanto tempo. Saudades de você e do Elian. O Rapha me disse que havia postado sobre este livro e vim aqui conferir. Estou muito ansioso para ler. Eu adoro estas leituras "não cult". Alias leio até bula de remédio se ela me cativar.

    Um abraço para vocês...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, vc vai gostar ... eu amei e já estou lendo o segundo volume da saga ... rs

      Excluir
  22. Algumas amigas minhas que adoram as historinhas que escrevo do Canalha me disseram que eu poderia escrever um livro sobre ele e tals. Sempre vi com muito preconceito contos com esse cunho,com medo de parecer tudo muito gratuito. Acho que vou ler esse livro que você e tantos recomendam pra ver se mudo minha opinião.

    Mas concordo com alguns comentários: não sei se vai funcionar bem no filme.

    Bjs, Bratz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. este lance de filmar temas literários sempre ficam aquém da expectativa ... mas é pagar para ver né?

      Excluir
  23. realmente vale a pena ser lido e agora visto
    espero que seja uma boa adaptação

    beijos

    ResponderExcluir
  24. Eu não gostei de nada: nem da sinopse do livro, nem do trailer. Se depender de mim, isso seria um fracasso...

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin