segunda-feira, 29 de maio de 2017

Momentos de muita Saudade!


Primeiro foi o 25 de abril quando ela completaria 92 anos, depois o 14 de maio o Dia das Mães e agora, o 31 de maio quando celebramos a memória dos 05 anos de sua ausência.
A saudade é grande e para melhor traduzir só os poemas de Carlos Drummond de Andrade e de Maria Gadú.

Ausência

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Carlos Drummond de Andrade

Dona Cila

De todo o amor que eu tenho
Metade foi tu que me deu
Salvando minh'alma da vida
Sorrindo e fazendo o meu eu

Se queres partir, ir embora
Me olha da onde estiver
Que eu vou te mostrar que eu to pronta
Me colha madura do pé

Salve, salve essa nega
Que axé ela tem
Te carrego no colo e te dou minha mão
Minha vida depende só do teu encanto
Cila pode ir tranquila
Teu rebanho tá pronto

Teu olho que brilha e não para
Tuas mãos de fazer tudo e até
A vida que chamo de minha
Neguinha, te encontro na fé

Me mostre um caminho agora
Um jeito de estar sem você
O apego não quer ir embora
Diaxo, ele tem que querer

Ó meu pai do céu, limpe tudo aí
Vai chegar a rainha
Precisando dormir
Quando ela chegar
Tu me faça um favor
Dê um manto a ela, que ela me benze aonde eu for

O fardo pesado que levas
Deságua na força que tens
Teu lar é no reino divino
Limpinho cheirando a alecrim

Maria Gadú



Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

22 comentários:

  1. Bonita homenagem.
    Fique bem, amigo.
    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado querido Marco. Saudade é coisa boa quando se pode ter. Sinal que houve vida.

      Beijão

      Excluir
  2. Aqueles que amamos se tornam imortais - vivem para sempre nos nossos corações e no fundo das nossas memórias.

    Abreijos com muito carinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem por aí João-Belfort [que alegria te chamar assim pela primeira vez].
      Obrigado pelo carinho de sempre.
      Memórias as tem quem viveu não é mesmo?

      Beijão ao casal!

      Excluir
  3. Compartilho de sua saudade, tristeza e lembranças. Tenho duas datas ainda que ficaram gravadas no calendário da saudade...16 de junho dia da partida e 19 de agosto qdo completaria 81 anos...eita nóis!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita nós querido Rafael ... é vida que segue. Ainda bem q temos o que recordar e sentir saudades ...

      Beijão e obrigado pelo carinho.

      Excluir
  4. Olá,Bratz...sim,bela homenagem à avó, momentos de muita saudade , 5 anos depois , mas a lembrança continua viva dentro de ti, eternizada em seu coração; belas as fotos e os poemas de Carlos Drummond de Andrade e de Maria Gadú.
    Abraços querido, belos dias, feliz semana,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim muita sensibilidade de Gadu para com sua vovó. No meu caso foi minha Mãe.

      Beijão Felisberto

      Excluir
    2. Olá,Bratz...(errata) escrevi avó, fui traído pelo Vó do card - texto,mas quis dizer MESMO bela homenagem à sua, à sua Mãe , na memória dos 05 anos de ausência...Feliz finde, belos dias,abraços!

      Excluir
    3. rs ... estes lapsos são coisas comuns à idade ... kkkkkkkkkkk

      Beijão

      Excluir
    4. Olá,querido Bratz...hehehe, sim, estou chegando nos 'entas' já. Não tãooooooo já, uns 4 anos ainda,abraços,belos finde, belos dias!

      Excluir
    5. rs ... então é algo precoce ...

      Beijão querido amigo e lembre-se depois dos "enta" não existe mais nada ... só as centenas ...

      Excluir
  5. Meu querido amigo Paulo, saudade da mãe, nossa, a minha se foi faz 27 anos, ela tinha 68 anos, (minha idade hoje), ataque cardíaco fulminante e em casa, sem chance de nada, mas ainda sinto muito a saudade dela!
    Sua mamãe ficou muito tempo com você, isso é alentador, sentir saudade é bom, mas lembrar que ela viveu muito é melhor ainda!
    Meu abraço bem apertado confortando seu coração de filho que amou e ama muito a sua mãe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Ivone. Saudade não é um sentimento de todo ruim. Ele reflete que vivemos e vivemos em plenitude. Isto é realmente alentador.
      Obrigado pelo carinho.

      Beijão

      Excluir
  6. Respostas
    1. Obrigado Cléber, estou bem sim. Só saudades aquele sentimento que vem e passa.

      Beijão

      Excluir
  7. Respostas
    1. Querido Ro a saudade é coisa que faz parte da vida. Se as temos é porque vivemos ...

      Beijão e obrigado

      Excluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin