segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Un chant d'amour!


Uma homenagem ao filme de Jean Genet "Un chant d'amour" (1950), dois prisioneiros encontram no contato humano e no carinho, uma amizade transcendente em um simples ato de compartilhar um cigarro neste curta-metragem de Sam Scott Schiavo,  com Patrick Hollensteiner e Patrick Melech.



O original está aqui:  



ps:. Bratz ruma para Sampa no próximo dia 13/08 e volta dia 19/08.
Para quem fica "beijinhos no ombro"! 
Please, d'ont cry for me!

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Vai uma "PICAnha" aí?




A NBS [Agência de Propaganda] iniciou a veiculação de seu comercial para promover o novo Bob’s Picanha Cheddar Bacon. O sanduíche traz hambúrguer sabor picanha, queijo cheddar cremoso e tirinhas crocantes de bacon.
O filme exibe um rapaz que, por um descuido, ficou nu do lado de fora do apartamento e está prestes a ser flagrado pelas vizinhas. Em meio ao pânico do protagonista, o locutor sugere tudo o que ele poderia querer numa hora como aquela, até que o rapaz escolhe uma das sugestões.
Simplesmente genial e, a cada vez que o Bratz assiste aumenta o seu apetite pela tal de "PICAnha"!
Como "PICAnha" anda em falta aqui em casa, eu vou saciar minha fome de "GALINHA", batendo uma pratada de Canjiquinha com Lombo no almoço! OMG!

Quem ainda não viu, confere aqui:



Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Eu estava sempre de partida!



Eu estava sempre de partida, sempre
prestes a levantar-me e a seguir, sempre
a caminho, sem saber para onde.
Para outro lugar. Aqui é que não.
Aqui nunca nada me bastava.

Teria de ser melhor lá, para onde
me dirigia. Sem saber como, nem porque.
A cúpula debaixo da qual me encolhia
seria erguida, e eu haveria de ser lançado
para dentro da minha verdadeira vida.

Nela encontraria os que estavam destinadom a encontrar.
Receber-me-iam em festa, com flautas e castanholas,
e seria levantado no ar. 
Que isto pudesse ser uma espécie de morte não me ocorreu. 
Só sei que alguma coisa me reteve, uma dúvida, uma dívida, um rosto que não pude
abandonar. 
Quando a porta se abriu, não entrei.

Jean Nordhaus.

ps: e assim continuo, sempre de partida, na eterna esperança de que, se a porta abrir novamente, eu entrarei.

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

quinta-feira, 31 de julho de 2014

A lucidez perigosa!



Estou sentindo uma clareza tão grande
que me anula como pessoa atual e comum:
é uma lucidez vazia, como explicar?
assim como um cálculo matemático perfeito
do qual, no entanto, não se precise.
Estou por assim dizer
vendo claramente o vazio.
E nem entendo aquilo que entendo:
pois estou infinitamente maior que eu mesma,
e não me alcanço.
Além do que:
que faço dessa lucidez?
Sei também que esta minha lucidez
pode-se tornar o inferno humano
- já me aconteceu antes.
Pois sei que – em termos de nossa diária
e permanente acomodação
resignada à irrealidade -
essa clareza de realidade
é um risco.
Apagai, pois, minha flama, Deus,
porque ela não me serve para viver os dias.
Ajudai-me a de novo consistir
dos modos possíveis.
Eu consisto,
eu consisto,
amém.

Clarice Lispector


ps: Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu
A gente quer ter voz ativa
No nosso destino mandar
Mas eis que chega a roda-viva
E carrega o destino pra lá ...

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Um Fetiche!




Definitivamente no corpo do outro uma das partes que mais me apetece são os pés, sim os pés. 

A afirmação faz muitos torcerem seus narizes, e os mais efusivos retrucam com espanto:
- “Pés? Não entendi, como assim?”.
É simples, eu tenho uma quase adoração e meus impulsos sexuais se afloram veementemente quando me deparo com um pé - que a partir de um código estético elástico – eu defino como bonito.
É uma reação física, não há ligação explícita com o viés emocional, eu enlouqueço ao ver um belo pé. 

Se meus olhos se perderem ao observar o seu (ou um outro) pé saiba que estou fantasiando aquela maravilha em minhas mãos, no meu rosto, brincando inocentemente com o meu, ou mesmo, até com algumas mordidinhas minhas nele, e coisas afins. 

Tento padronizar os meus tipos preferidos, mas não há linha mestra que ligue aqueles que mais me atraem pois gosto dos grandes, mas há pequeninos tão lindos, finos ou mais gordinhos, clarinhos ou mais escurinhos, não importa.

Meu desejo pelo pé alheio é algo tão pessoal que não sei explicar direito.
É carnal, físico, sexual este meu desejo podal-absurdo, mas pé também serve para os momentos de amor. E quando há amor: esfregar junto ao outro, observa-los ao dormir,  é uma sensação de voltar ao paraíso.
E há quem diga que mamilos são polêmicos. Desculpem-me, mas pés são fundamentais.

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Se é que você me entende!



“Sabe, eu me perguntava até que ponto você era aquilo que eu via em você ou apenas aquilo que eu queria ver em você, e se era assim, até quando eu conseguiria ver em você todas as coisas que me fascinavam e que no fundo, sempre no fundo, talvez nem fossem suas, mas minhas, e pensava que amar era só conseguir ver, e desamar era não mais conseguir ver, entende?"

Caio Fernando Abreu

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Tem épocas que Belo Horizonte pensa que não é roça!



Então! Quando isto acontece eu até gosto.
Este final de Julho está sendo um destes períodos com uma certa agitação na programação cultural da cidade. Nada assim de grandioso mas, pelo menos, serve para alterarmos a rotina dos dias de semana.
Sexta Feira que passou fomos ao Teatro Bradesco, recém inaugurado, ver a fabulosa Ná Ozzetti com seu show Meus Quintais. Definitivamente uma delícia. Esticando a noite teve a Noite dos Museus com todos eles abertos durante a madrugada. Curtimos bastante o Circuito Cultural da Praça da Liberdade.
Dia 26 iremos para um show que muitos rotulam como o máximo da baranguice, não é o meu caso, pelo contrário, poderei relembrar os velhos e bons tempos da Era do Rádio. Show de Cauby Peixoto e Ângela Maria também no Teatro Bradesco e, para terminar a série, veremos Beatles Segundo a Cia Filarmônica.
Bem que poderia ser sempre assim, uma BH menos roça e fazendo jus à sua condição de cidade grande e capital das Minas Gerais.







Teatro Bradesco Belo Horizonte



Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Então uma Katana caiu em BH!



E foi assim! Do nada, sem qualquer aviso, uma katana caiu aqui em BH.
Justo quando o Enfim! é o que tem pra hoje ... completa seus 07 aninhos. Que presentão.
Já nos conhecíamos de BlogsVille desde os primórdios do Bratz nesta esfera mas, só agora, a vida conspirou para que nos conhecêssemos pessoalmente. 
Foi fantástico, uma pessoa ímpar, de altíssimo astral. Foi muito rápido é verdade, mas valeu!
Amigo Érik [O Katana de Bambu], foi um prazer poder desfrutar de sua companhia aqui em BH.
Volte mais!




ps: o começo - 19 de Julho de 2007

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin