segunda-feira, 17 de julho de 2017

enfim! é o que tem pra hoje ... 10 Anos!




São 10 anos de vida no próximo dia 19 de Julho.
Que venham mais 10.
Vele o registro de minha alegria.

Assim se passaram dez anos
Sem eu ver teu rosto
Sem olhar teus olhos
Sem beijar teus lábios assim
Foi tão grande a pena
Que sentiu a minha alma
Ao recordar que tu 
Foste meu primeiro amor
Recordo junto a uma fonte 
Nos encontramos
E alegre foi aquela tarde para nós dois
Recordo quando a noite abriu seu manto
E o canto daquela fonte nos envolveu
O sono fechou meus olhos, me adormecendo
Senti tua boca linda a murmurar
Abraça-me por favor minha vida
E o resto desse romance só sabe Deus

Compositor: Rafael Hernandez – Versão: Lourival Faissal . Ano de 1951



Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Entre risos!





"A história dos homens é a história dos seus desentendimentos com deus, nem ele não entende a nós, nem nós o entendemos a ele."

José Saramago . sobre comentários recentes acerca de seu último livro . “Caim”

ps: De novo batendo asas. De 13 a 25 de julho estarei borboleteando por São Paulo mas prometo que volto.

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Festa Junina!


Já registrei por aqui o tanto que gosto das tradições culturais e folclóricas aqui das Minas Gerais, em particular dos Festejos Juninos, sua culinária, seus trajes, suas músicas, suas danças e, principalmente do friozinho típico da época.
Infelizmente, até estes eventos tão típicos por aqui, vem passando por modificações de contextos, já que os do Nordeste Brasileiro, vêm se  constituindo em referência nacional.
Sempre tivemos nossas modinhas típicas e regionais, lindíssimas por sinal, mas hoje, predominam as canções do forró nordestino. Não que também não possuam seu valor mas não são nossas.
Enfim, lamúrias à parte, continuo gostando e, mais uma vez fui curtir esta festa por aqui.
Uma palhinha do que rolou por lá.

 

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Um Homem!



Eu queria que os outros dissessem de mim: olha um homem! Como se diz : Olha o cão! quando passa um cão; como se diz: olha uma arvore! quando há uma arvore. Assim, inteiro, sem adjetivos, só de uma peça: UM homem!

Almada Negreiros

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Devaneios! A Arte de Fotografar a Sensualidade Masculina!


Em mais uma garimpagem na internet, uma nova coleção de fotos primorosas.

Estas foram catalogadas no álbum Devaneios que bem expressam a arte de fotografar a sensualidade masculina.
Neste projeto uma particularidade: Inicialmente escolhi a trilha sonora - Bach e sua Ária em Sol e Albinoni e seu Adágio. 
Posteriormente escolhi as fotos que, além de mostrar, de forma plena, toda a sensualidade masculina, também se encaixassem harmoniosamente às melodias em sua dimensão de extrema melancolia.



Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Feliz Dia dos Namorados, Bratz&Elian!


Hoje, Dia dos Namorados, depois de um intenso final de semana brincando de karaokê, Elian tentou me seduzir de todas as formas possíveis. Ao final ele apelou para a última forma possível:
Liberou seu lado "GAYxa"! ... OMG!



Mas falando sério agora:

Um simples mas profundo sentimento é o que nos une meu querido Elian!

A noite traz o teu mundo
Que adormecerá
E a lua cobrirá de prata
O mar e a cidade!
E tu far-me-ás falta
Mais ainda!
Tu não imaginas o quanto!
Continuarei a acreditar que
Somos uma só alma, eu e tu!
E amar-te-ei seja como for, tu sabes!
Mesmo que tu não estejas comigo!
Eu te amar-te-ei!
Levar-te-ei comigo ao sol!
Nos sonhos que construiremos,
Roubaremos as cores da 
Manhã
E um céu limpo!
Esse, acima de nós, colorirá a tua face
E sorrirá!
Fazes-me falta mais do que nunca, esta noite!
O quanto, nem tu sabes!
E te amar-te-ei seja como for, tu sabes!
Mesmo que tu não estejas comigo!
Eu amar-te-ei!


Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Arte Homoerótica II!


Dando continuidade ao meu trabalho de garimpagem na Internet, encontrei mais preciosidades da arte homoerótica amadora e encontrei estas belezas que muito agradaram-me.
Compartilho!


Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Momentos de muita Saudade!


Primeiro foi o 25 de abril quando ela completaria 92 anos, depois o 14 de maio o Dia das Mães e agora, o 31 de maio quando celebramos a memória dos 05 anos de sua ausência.
A saudade é grande e para melhor traduzir só os poemas de Carlos Drummond de Andrade e de Maria Gadú.

Ausência

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Carlos Drummond de Andrade

Dona Cila

De todo o amor que eu tenho
Metade foi tu que me deu
Salvando minh'alma da vida
Sorrindo e fazendo o meu eu

Se queres partir, ir embora
Me olha da onde estiver
Que eu vou te mostrar que eu to pronta
Me colha madura do pé

Salve, salve essa nega
Que axé ela tem
Te carrego no colo e te dou minha mão
Minha vida depende só do teu encanto
Cila pode ir tranquila
Teu rebanho tá pronto

Teu olho que brilha e não para
Tuas mãos de fazer tudo e até
A vida que chamo de minha
Neguinha, te encontro na fé

Me mostre um caminho agora
Um jeito de estar sem você
O apego não quer ir embora
Diaxo, ele tem que querer

Ó meu pai do céu, limpe tudo aí
Vai chegar a rainha
Precisando dormir
Quando ela chegar
Tu me faça um favor
Dê um manto a ela, que ela me benze aonde eu for

O fardo pesado que levas
Deságua na força que tens
Teu lar é no reino divino
Limpinho cheirando a alecrim

Maria Gadú



Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin