segunda-feira, 6 de março de 2017

Afinal! O que é um Cafuçu?





BlogsVille é uma maravilha mesmo.

Esta postagem data de 27 de Dezembro de 2010. Isto mesmo, 6 anos passados. 
E não é que hoje recebi um comentário na mesma.
Fui ler e decidi republicá-la por aqui, face a sua criatividade e ao seu caráter didático para a turma desta nova geração.

Na definição do Pernambucano e Jornalista Xico Sá, “cafuçu é o macho-jurubeba, pura testosterona-roots, o homem sem crise ("ah, tô confuso!"), confuso de edi é rola, o cafuçu é o cabrón sem lenga-lenga, aquele que pega no tranco, que abafa sem dó uma costela, Deus dá o frio conforme o seu cobertor-de-orelha, cabra punk-brega, sempre armado no salão, "paudurescência" 24 horas ... Chamou? Ele tá lá, virado na febre-do-rato, meia-meia-meia, a bala que matou Kennedy, tampa de Crush, o cafuçu é a besta-fera, sempre inventando moda, na vanguarda espontânea, e viva o cafuçu, salve, salve, salve, e eita porra!!!”
Para as bibas viciosas, cafuçu é um ser maravilhoso, rustiquérrimo, sem modos, desletrado, interesseiro, gostozérrimo, enfim, um boy da periferia que topa tudo. E o melhor, cafuçu de verdade não tem orkut [hoje seria Face], eles nem sabem o que é isso. Eles podem ser vistos nas periferias, puxando carroças, andando em suas bikes, vendendo água mineral, roubando (alguns), enfim nos guetos cafuçusenses. Cafuçu que é cafuçu torce para o time de massas. Está mais do que provado! Há um mundo paralelo onde transitam os cafuçus. Existe um código específico para falar, vestir e atuar. Adoráveis, eles são os amigos certos, nas horas incertas. Porque cafuçu que é cafuçu não dispensa buraco. E é verdade gente! O problema é que muita gente se apaixona pelo cafuçu da hora e cometem a tolice de querer transferi-los para a outra dimensão. A dimensão da vida social, dos bares, restaurantes e lojas. A dimensão das bibas que usam tênis Puma e que tem carteira recheada. Eles são como estrelas-do-mar e se tentarmos levar para casa, secam, morrem e ainda exalam um odor característico de alguma coisa que não devia estar exatamente ali. O sofrimento é para ambas as partes. Os cafuçus precisam do seu habitat para melhor desenvolver todo o seu potencial e devem ser apreciados como ostras, in natura. Algumas bibas apreciam o valor de um cafuçu amigo. Afinal, com quem mais você vai poder compartilhar um galeto a óleo diesel (aqueles feitos no meio da rua), acompanhado por farofa de ovo, feijão verde e macaxeira sem se preocupar em se lambuzar e ser julgado por aquilo que come? Me diga aí, gay de classe média, onde mais você vai arrumar um cúmplice para balançar ao som de musica brega e ainda achar que está sendo dedicada a você, enquanto bebe um Rum Montilla com Coca-Cola? E se você não sabe identificar um cafuçu, atenção!

Como identificar?

Há alguns anos era comum usar o termo “prestador de serviços” para o típico cara que realizava a foda mágica, ou seja, o sexo descompromissado e sem ônus. Os mais novos titulares são os cafuçus do bem (o tipo comum), cafuçu escândalo (o tipo bonito) e cafuçu do pântano (remetendo ao tipo mais feio). Eles ganharam adaptação com os tipos de bebidas que tomamos nos bares e boates.

Cafuçu Long Neck - É aquele que não é visto pelo rosto, e sim pela longa neca.
Cafuçu Orloff - Que depois de algumas doses começa a querer ir pra casa.
Cafuçu Red Fruts - É o tipico baladeiro, mas é doce e depois de um tempo se torna enjoativo.
Cafuçu Campari - É o tipo do cara bonitinho porque fica vermelho de vergonha após alguns amassos.
Cafuçu Red Label - É o mais nobre da noite, mas depois de algumas doses ele se acha e esquece de quem está do lado.
Cafuçu Caipirinha - É muito popular, geralmente já ficou com todo mundo da festa.
Cafuçu Coca-cola - Acredite, é a primeira vez que ele está saindo de casa para uma balada.
Cafuçu Água Mineral - Nem se aproxime, ele não vai olhar pro lado, é o famoso Narciso.

Mas como diferenciar o cafuçu na balada? Confesso que é um pouco complexo sair detectando apenas pelo visual, mas geralmente ele está bebendo algo que pode ser associado. E tem mais, que tal sair provando? Só tenha cuidado com as misturas, já vi muita gente sair carregada. E lembre-se, se for dirigir não beba, se for beber me chama. 

Dicas para um bom convívio com um cafuçu da hora!

Evite os noiados que queimam pedra, aqueles que andam em bando com uma ou outra perigueti, a não ser que queira levar uma curra [ui]. As táticas de aproximação deles são bastante conhecidas, cata só! Se pedirem um cigarro, não vai fazer a louka de botar a mão no bolso e comprar uma carteira, dê apenas um cigarro, pois dessa maneira a possibilidade dele voltar mais vezes é maior, ao contrário ele sumirá de suas vistas ... Peça uma cerveja e tenha sempre copos por perto e vai molhando aos poucos, nada de sair pagando para os amigos dele, afinal de contas você quer fazer ele e não a turma dele, não é verdade? E para finalizar: Cafuçu não é michê, portanto vale ajuda de custo, tipo: o dinheiro para a passagem e um lanchinho está de bom tamanho ... E nada de se apaixonar, valeu?


Rique Ruffato . Blog Antena Click Mix











Paulo Braccini
enfim! é o que tem pra hoje...

14 comentários:

  1. Mas gente, que texto é esse? o texto só é bom quando me faz rir ou chorar, e ri litros, nossa quanta definição para um cafuçu, confesso que não sabia ao certo o que seria um, mas a partir de hoje olharei com outros olhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Pedro. Também vejo por esta perspectiva. Postei porque além de muito bem escrito ele é bem didático e contém uma boa dose de humor. Na sequência postarei dois textos meus, de experiências pessoais, claro que um pouco floreado pela imaginação, mas que vão demonstrar para os mais novos o que é verdadeiramente ser um PUTO GAY, ou melhor, ser um GAY PUTA! rs...

      Beijão

      Excluir
  2. Adorei o termo "Cafuçu" vou utilizar no meu canto com 7 gajos podres de bons cafuçus bons mesmo ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Francisco. Por aqui #cafuçus é um termo comum na comunidade e sempre traduz aquele sonho de consumo das beeee ... kkkkk

      Beijão

      Excluir
  3. Meu rei, meu amigo Bratz...saudade sempre...bom estar por aqui, reafirmo a amizade e lavo os olhos rs...
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  4. Por vezes há quem descubra posts nossos de outros tempos e sabe bem confesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então! Acho isto uma das coisas mais magníficas deste universo virtual. Descobrem e nos levam a recantos já esquecidos ... maravilhoso isto ...

      Beijão querido amigo ...

      Excluir
  5. Bem Criativo.... kkkk
    nem sabia que tinha vários tipos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem mais tipos que a nossa sabedoria pode contar querido. Vai da imaginação e criatividade de cada um ... rs

      Beijão

      Excluir
  6. É o que nós em Portugal designamos de "chunga", presumo.

    um abraço. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CHUNGA! Gostei do termo ... deve ser o nosso CAFUÇU ... rs
      Na sequência postarei duas experiências reais com os ditos cafuçus, mas floreadas, claro ... para o deleite de vcs ... rs

      Beijão Mark

      Excluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin