segunda-feira, 18 de julho de 2016

Patrimônio Cultural da Humanidade!



O Conjunto Moderno da Pampulha, em Belo Horizonte, foi oficialmente declarado neste domingo (17), em Istambul, na Turquia, o 13º sítio do país considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco (Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Se considerados também os bens naturais considerados pela Unesco, a Pampulha passa a ser o 20º bem brasileiro inscrito na lista do patrimônio mundial.
A conquista do título foi aprovada após o referendo dos representantes de 21 países que participaram da 40ª reunião do Comitê de Cultura da Unesco na madrugada deste domingo (17), após ser adiada por 24 horas por causa da tentativa de golpe de Estado no país.
A Pampulha é o quarto sítio em Minas Gerais que recebe o título, que ainda tem a cidade de Ouro Preto, o centro histórico de Diamantina e o santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos, em Congonhas, declarados patrimônio.
Criada na década de 1940 pelo então prefeito de Belo Horizonte, o ex-presidente Juscelino Kubistchek (1902-1976), para ser um centro de lazer e turismo, foram construídos na Pampulha quatro prédios de formas arredondadas, linhas simples e cores claras, a Igreja São Francisco de Assis, o Iate Tênis Clube, a Casa do Baile e o Museu de Arte, concebidos pelo arquiteto pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com jardins do paisagista Roberto Burle Marx (1909-1994) e pinturas de Cândido Portinari.
De acordo com a assessoria do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico), além de patrimônio cultural, o conjunto da Pampulha foi o primeiro sítio no mundo a receber o título de Paisagem Cultural do Patrimônio Moderno, que começou a ser concedido este ano pela Unesco.
Por meio de nota, logo após a decisão da Unesco, o governo brasileiro afirmou que "a Unesco, ao reconhecer o valor universal excepcional da Pampulha, considerou o conjunto como símbolo de uma arquitetura moderna distante da rigidez do construtivismo e adaptada de forma orgânica às tradições locais e às condicionantes ambientais brasileiras".
A nota ainda informa também que "a decisão recomenda também que o Brasil restaure elementos do complexo, amplie o plano de gestão para incorporar os compromissos assumidos no processo de avaliação da candidatura, estabeleça uma estratégia de turismo para a área e adote medidas para melhorar a qualidade da água da lagoa. Essas providências exigirão a ação conjunta dos governos federal, estadual e municipal, em harmonia com a comunidade local".
De acordo com o Iphan, os dois títulos trazem benefícios que ajudarão os três níveis de governo (União, Estado e prefeitura) a cumprirem compromissos de preservação desses bens. Além disso, esses títulos podem representar um grande incremento ao turismo e pode também viabilizar verbas de fundos internacionais para cultura e turismo.

Museu de Arte

O prédio do Museu de Arte da Pampulha foi criado à época para tornar-se uma casa de jogos. O Cassino da Pampulha foi o primeiro projeto do conjunto arquitetônico idealizado por Oscar Niemeyer (1907-2012) a ficar pronto. Também conhecido como Palácio de Cristal, por causa dos vidros espelhados que cercam o prédio, o espaço foi inaugurado em 1943.
Os jardins que circundam o prédio foram planejados pelo paisagista Roberto Burle Marx. Estátuas de Alfredo Ceschiatti, August Zamoiski e José Pedrosa estão distribuídas pelos jardins do museu.
O espaço funcionou como cassino até 1946 quando foi fechado, com a proibição de jogos de azar no país. Ele entrou em um período de decadência até 1957, quando foi transformado no MAP (Museu de Arte da Pampulha). Hoje, ele abriga um acervo com cerca de 1.400 obras.





Casa do Baile

Atualmente funcionando como Centro de Referência do Urbanismo, Arquitetura e do Design, a Casa do Baile foi criada para ser um local de espetáculos e jantares dançantes. Localizada em uma ilha artificial e ligada à orla por uma ponte de concreto, o prédio foi inaugurado em 1943. Na época, o local era ponto de encontro da elite econômica mineira.






Igreja de São Francisco

As curvas da Igrejinha da Pampulha, como é conhecida, emoldurada com azulejos pintados por Cândido Portinari (1903-1962) e cercada pelos jardins de Roberto Burle Marx, foi considerada à época "moderna demais" pela Igreja Católica. O local foi o último prédio do conjunto a ser concluído e ficou fechado para missas e cultos por 14 anos, só saindo dessa situação após o papa João 23 manifestar interesse em expor no Vaticano a via sacra de Portinari, registrada na Igrejinha, no fim dos anos 1950.






Iate Tênis Clube

Inaugurado em 1943, o Iate Tênis Clube foi criado para ser um espaço de esportes e lazer. Sua sede, em formato de um barco, "avançando" sobre o espelho da Lagoa da Pampulha. O local ganhou painéis de Cândido Portinari e do paisagista Roberto Burle Marx. O clube era público, gerenciado na época pela Prefeitura de Belo Horizonte.
O Iate chegou a ser sede de um clube de regatas. O remo, o esqui e a pescaria eram atividades comuns na Lagoa da Pampulha à época. Na década de 1960, para financiar obras de abastecimento no município, a Prefeitura de Belo Horizonte vendeu o clube.





Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

16 comentários:

  1. Parabéns, amigo. Portugal também tem bastante património inscrito na Unesco. E faltará outro tanto. :)

    um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que precisamos é aprender a cuidar e preservar tudo isto.

      Beijão

      Excluir
  2. Mais do que merecido o reconhecimento!
    O lugar é lindissimo!!!

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem merecido mesmo Latinha. Mas. como disse, precisamos aprender a cuidar e a preservar. Eita coisa difícil do homem aprender.

      Beijão

      Excluir
  3. Linda e rica postagem que amei ver e ler, temos riquezas infindas em nosso País, bem como dizes, o que é preciso é conscientização e cuidados, tanto das autoridades quanto do povo!
    Parabéns por ter orgulho de sua terra, eu também amo muito minha Sampa!
    Merecido reconhecimento, adoro Minas Gerais, em toda a sua extensão, BH e as cidades do interior!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Ivone. Temos coisas bem interessantes que valem ser visitadas, tanto aqui na capital como no interior.

      Te esperando ... Beijão

      Excluir
  4. Olá, Bratz...merecido título,O Conjunto Moderno da Pampulha é belíssimo, as fotos estão belíssimas, os detalhes/relatos de cada componente do conjunto, idem...; que (IPHAN) os três níveis de governo cumpram todos os compromissos de preservação desses bens, pois, esses, tem o poder de transmitir às gerações-posteriores,incluindo essa- os episódios históricos que neles tiveram lugar .Também, servem como referência urbana e arquitetônica , além de serem "testemunho" e prova-mestre de todo um passado. Preservá –los,restaurá-los,sempre! Belos dias, abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeitas suas considerações Felisberto. Agora é verdadeiramente aprender a cuidar.

      Beijão

      Excluir
  5. Visitei a Pampulha e amei. Não sei se agora estará melhor preservada, mas na altura vi muito desleixo que não gostei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que deram um trato, ou melhor, uma maquiagem em função do processo junto à UNESCO. Vejamos se, daqui para frente, aprendemos a conservar e cuidar.

      Beijão querido

      Excluir
  6. Eu ainda não tive a oportunidade de conhecer, mais espero que logo passe por ai - eu vi a notícia de que foi reconhecido, parabéns a cidade.

    http://almostamericans.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado queridão. Será um prazer tê-lo em BH e levá-lo não só nestes lugares mas tb em outros ... outros q muito lhe apetecem ... rs

      Beijão

      Excluir
  7. Belíssimo post o seu Paulo.

    A igreja deve ser um local muito bonito e já nem falo das outras imagens apesar de ter uma posição um pouco radical em relação às igrejas e a quem as representa, essa levaria-me até lá :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é belíssima ... assim como vc tenho a mesma posição qto à igreja e tantas outras religiões.

      Beijão

      Excluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin