quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Ninguém me vê!





Às vezes escondo-me no meu corpo e ninguém me vê.
As pessoas falam comigo e não notam que eu não falo com elas.
Posso até dizer algumas palavras,
posso até exprimir-me num longo discurso,
mas a verdade é que não falo com elas.
Estou escondido algures no meio do meu corpo.

Gonçalo M. Tavares

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

24 comentários:

  1. Respostas
    1. Sempre temos e teremos alguma identidade com a introspecção.

      Excluir
  2. O nosso "eu" mais profundo!
    Gostei da escolha do texto, pois nem sempre podemos nos comunicar completamente, sair de nós é um risco, portanto todo cuidado é pouco!
    Abraços amigo querido!

    ResponderExcluir
  3. E dessa forma fazemos com que o mundo inteiro está a mercê de nós mesmo. Introspecção.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Introspecção e risco do alto conhecimento. Depois é a luta para nos impormos ... Assim é a vida.

      Excluir
  4. Engraçado, há dois dias deparei-me com pessoas que falavam para mim e eu não as ouvia. Estava distante, envolto nos meus pensamentos.

    Sinto-me assim frequentemente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre nos identificamos com a tal introspecção. Todos? Não! Alguns de nós! Aqueles que privilegiam a massa cinzenta e fogem das mesmices de todos que não privilegiam a massa cinzenta.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Bem por aí! Descobri isto em plenitude ao completar meus 50 anos. Abracei a causa para nunca mais soltar ...

      Excluir
  6. Existe alguém assim dentro de nós, dentro de todos nós!
    abraço

    ResponderExcluir
  7. Ninguém te vê, pq fica só dentro de casa... :)

    ResponderExcluir
  8. Ainda na terça feira me aconteceu isso, quando estava em casa da minha mae. Ela falava sem parar, mas eu não ouvia nada kkkk

    ResponderExcluir
  9. Olá,Bratz
    Nem sempre estamos dispostos ou prontos para expressar nossos pontos de vista, o que temos aqui dentro ou por ausência de coragem para nos libertemos dessa prisão que nós próprios criamos, ou porque qualquer tentativa de diálogo será inútil e cansativa
    Bom f.d.s,abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. penso que o problema está na tentativa de diálogos q sempre se mostra inútil e cansativa.

      Excluir
  10. Brutal Paulo, adorei as palavras, até porque sinto que quem olha para mim não me vê e não me escuta, esperam sempre clichés e por vezes não estou virado para eles. Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei do BRUTAL. Foi preciso nesta adjetivação meu caro ...

      Excluir
  11. Aquele momento pessoal em que o silêncio e a solidão são prazerosos..

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin