terça-feira, 13 de maio de 2014

Bratz quebrando preconceitos!





Sim, tenho alguns preconceitos e, dentre eles, uma aversão total ao cinema brasileiro. Poucas foram as obras que conseguiram me agradar. 
Em São Paulo, talvez motivado pela agradável companhia de Ishmael, aceitei o convite e fui assistir Getúlio, um filme de Carla Camurati, dirigido por João Jardim, com Tony Ramos, Drica Moraes, Alexandre Borges e outros. 
Um filme surpreendente, que mostra os últimos dias da vida de Getúlio Vargas, dentro de um contexto histórico mas buscando melhor representar a pessoa humana do Ex-Presidente. 
Francisco Russo, crítico do site Adoro Cinema, com grande propriedade escreve: 
"Mais do que dar uma aula de história, o diretor João Jardim está interessado é em conhecer melhor este homem que viveu posições tão antagônicas no momento de maior aflição de sua vida. O início do filme é emblemático: tela escura, a voz de Tony Ramos em off, assumindo logo de cara: “eu fui um ditador e não me arrependo”, com uma certa dose de rancor. Aos poucos seu rosto aparece, para que o público possa reconhecê-lo e, ao mesmo tempo, se acostumar com a caracterização facial. Apresentação feita, têm início as intrigas palacianas. As entranhas do poder são expostas naqueles 19 últimos dias de vida, através de negociatas e conspirações tramadas nos bastidores. Tudo para que o presidente caia, custe o que custar." 
Tony Ramos em magnífica interpretação, compõe um Getúlio absolutamente humano, mais complexo do que a mera figura do presidente sob risco. Há ali também o pai de família e, acima de tudo, alguém que tem domínio do complexo jogo político que o cerca.
Ainda bem que rompi o preconceito. Teria perdido um grande filme nacional.



Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje ...

27 comentários:

  1. eu li uma critica do Tony Goes e ja havia me interessado...irei assistir e farei meu comentário tb...vc só aguçou minha curiosidade. E para constar: amo cinema nacional...menos Leandro Hassum e Bruno Mazeo...rs rs rs...abração Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo vi vc dizer que adora palavrões la no blog do meu xará rafael...sabe que fiquei fã desse véio maluco do video, só pq ele fala um montão de palavrões...ele me desopila o figado...rs rs rs. https://www.youtube.com/watch?v=t_mx78q50JI

      Excluir
    2. então Rafael, eu não curto muito não mas agora vejo q, como toda regra existem exceções, e boas exceções ... rs

      adorei o vídeo ... rachei os bicos aqui ... OMG! ele é genial ... o telefonema da LBV no Natal é o máximo ... kkkkkkkk

      me vi na cena ...

      beijão

      Excluir
  2. OK - Me arrepiei muito ao ler isso “eu fui um ditador e não me arrependo”, eu sou fã do cinema nacional, principalmente de obras pouco conhecidas. Mas esse filme em especial, me chamou mais a atenção ainda. Curioso nível mil para ver!

    Beijãaaaao Querido, e valeu pela dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como falei eu não gosto mas felizmente vejo q existem boas exceções ... assista sim pois vale a pena ...

      Excluir
  3. Então, como você, não sou fã de cinema nacional. Com raras exceções, sempre me parecem filmes chatos, sem graça, com roteiros fracos. Esse até que parece interessante. Acho que arriscarei. (rs)
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. este vale Lucas ... pelo menos para mim valeu ... uma contextualização interessante da época e o lado humano de Getúlio ...

      Excluir
  4. Eu já vi belos filmes brasileiros, até inesquecíveis como aquele daquele ano, com aquela atriz que conta uma história muito boa. Tem também aquele outro que tem vários atores em cena, e mostra várias histórias de amores com temperos e destemperos! kkkkk Falando sério, creio que todo mundo tem esse preconceito, por causa das pornochanchadas comecei ver o cinema brasileiro com outros olhos a partir de "Central do Brasil" com Fernandona! Daí pra cá assisti outros bem bacanas como "Amores" de Domingos de Oliveira, com ele e a filha Maria Mariana "Sexo, Amor e Traição" com Murilo Benicio, Malu Mader, Caco Ciocler, Marcello Antony, Alessandra Negrini e outros. E à outros que não me recordo agora, mas o Brasil estar produzindo bons filmes! Esse depois da sua propaganda vou até ver se já chagou aqui, se vou ver valeu a dica! Bjus querido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista sim ... vale a pena ... mas para mim este é uma das raras exceções do cinema nacional ...

      beijão

      Excluir
  5. Eu entendo bem tuas ressalvas... hehehe! Mas tô muito afim de conferir o Getulhão... hehe! Depois te conto! BjAAASs!

    ResponderExcluir
  6. Gordinho, ariano, vascaíno e adorava o Palácio do Catete. Poderia ser eu, mas é tio Gegê !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e não é q eu lembrei de vc lá na hora? vcs dois têm tudo isto em comum ... ele adorava o Palácio do Catete e vc adora toma CaCete no Palácio só q no de Petrópolis ... kkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkk me acabei aqui!!! Sempre espirituoso esse meu amigo...

      hahahahahahahahaha

      Excluir
  7. Raramente vou assistir cinema nacional(que tem melhorado muito,diga-se de passagem)mas esse eu quero conferir,até pq gosto do Toni Ramos e parece q ele está muito bem no papel..vou convidar o Freduco e a Luna,é uma boa desculpa pra nós 3 nos conhecermos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai ai ... inveja de vcs ... tb quero ir com estas companhias todas ...

      Excluir
  8. Já eu tenho gostado cada vez mais do cinema brasileiro. Me parece uma realidade mais próxima da nossa que os filmes americanos.

    Quero ver Getulio.

    Bjks

    ResponderExcluir
  9. Olá, Boa noite,Bratz
    Como vai o amigo?
    sim, Getulio é um belo filme ...creio até que o "preconceito" tem diminuido bastante em relação ao Cinema Nacional...
    Obrigado pelo carinho, belo dia, abraços!

    ResponderExcluir
  10. Pois é, tem até alguns que eu gostei e gosto, quanto a Getúlio iremos conferir.
    Abraço

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin