quinta-feira, 3 de abril de 2014

Ser como ...





E por um instante somos a areia que a brisa sopra pela praia, só um grão de areia entre os bilhões de grãos que são soprados. Como é bom ser irrelevante. Como é agradável saber que não há nada a fazer. Como é doce simplesmente voltar a dormir, como faz a areia, até o vento resolver acordá-la outra vez. 

Chris Cleave . Pequena Abelha

ps: dedico ao Bratz! Bratz, Eu te amo!!!

Bratz Elian
enfim! é o que tem pra hoje...

42 comentários:

  1. Respostas
    1. sempre profundo vc é q nunca quis ver até onde vai ... rs

      Excluir
    2. Meu rei, querido Bratz, muito demais, este querido afago que é a resposta aos comentários, ou - os comentários os próprios comentários nos blogs (eu acho), mas muito engraçado este afago teu, só tu meu rei, só tu rs...

      Excluir
  2. Legal ! E é isso mesmo, por mais que a gente ache que não ...
    E vc já viu o quão bonitos são as formas de grãos de areia fotografado com uma lente macro ?

    Abraço !

    ResponderExcluir
  3. O grão de areia é a magia da vida... mas nem todo mundo vê... hehehe! BjAAAs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só os bons querido, são capazes de se aperceberem desta blz ...

      Excluir
  4. Olá, Paulo.
    Lindo post. Também venho redescobrindo o prazer de não ser mais que folha levada. Menos até...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. redescobrir estas minúcias é fundamental para a vida amiga ...

      Excluir
  5. Adorei. É assim que me sinto... rs
    beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Dama, pelo carinho da visita e do registro ...

      Beijão

      Excluir
  6. Juro que li no título "ser CORNO"...tomei um susto rs

    ResponderExcluir
  7. Olá, Bom dia, Braaaaatz
    sim,outro dia, li que cada um de nós é apenas um grão de areia, numa imensidão infinita! Nossa importância é relativa, e pode ser até irrelevante, mas, a consciência de fazer parte de um Todo incomensurável é muito importante, pois faz com que nos sintamos acompanhados sempre, não com a triste ilusão de solidão ... quando nos reconhecemos e assim nos sentimos.
    Obrigado pelo carinho,belos dias, abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Nossa importância é relativa, e pode ser até irrelevante, mas, a consciência de fazer parte de um Todo incomensurável é muito importante, pois faz com que nos sintamos acompanhados sempre, não com a triste ilusão de solidão" ... perfeito

      Excluir
    2. Olá, Boa tarde, Bratz
      simmm,obrigado pelo carinho, belo finde,abraços!

      Excluir
    3. Olá, Boa noite, Braaaaatz
      obrigado pelo carinho,bela semana, abraços!

      Excluir
  8. Nossa, que reflexão... profunda, simples e verdadeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. faz parte da vida a gente ter uns momentos assim né Pa?

      Beijão

      Excluir
  9. É isso... temos que nos amar mais do que tudo, acima de tudo!

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Oi queridíssimo,tava com saudades de tu..lembrei muito de ti em SP,no musical,fiquei imaginando onde vcs teriam sentado lá no teatro, e em como seria bom encontrar vcs pra comer um beirute no Frevinho depois,hehe..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs ... quem sabe um dia coincide de estarmos ambos na Paulicéia né?

      Excluir
  11. Bom dia, querido Paulo,
    quero viver um instante como um grão de areia e, quem sabe prolongar este tempo para a vida inteira.
    Hoje, o vento não me deixa dormir. Quero ser irrelevante para o vento também, assim posso dormir..... Lindo, lindo, lindo! Quanta reflexão, desculpe se meti muito a colher na sua escrita reflexiva. Tenha um maravilhoso final de semana. Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. imagina Marli ... tb apropriei-me do texto da Chris Cleave para uma reflexão pessoal ...

      Excluir
  12. Esses momentos são essenciais...
    Abraços!!!!

    ResponderExcluir
  13. Meu querido, acho que não é apenas por “um instante”. Já até se disse que somos poeira cósmica! E o que me atrai nisso tudo é a leveza... eu amo as coisas simples!

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim vc disse e eu me lembro bem ... a leveza do SER pode até ser insustentável, mas é fundamental ...

      beijão e fica bem ...

      Excluir
  14. Ando com tanta saudade da areia da praia, caminhar bem cedinho, sentar e ficar olhando o movimento das marolas logo pela manhã... delicia!!!

    ResponderExcluir
  15. Tenho predileção por me sentir nada...

    Sempre é tão bom voltar aqui :)

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin