segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Considerações sobre o Tempo



É sempre difícil encontrar o momento inicial, o quê deflagrador de uma história cuja importância só será conhecida em um longínquo depois, já instalado no campo linear de nossas biografias. O quase nada dos primeiros movimentos é apenas sombra, sem volume ou extensão necessários para a estrutura mental fazer registro. Muito simples, nosso cérebro não consegue reconhecer os sinais sutis de uma pré-história, os elementos irônicos que maquinam futuros. Escapa-nos a faísca mínima que irá gerar o grande incêndio. Assim, toda primeira lembrança é peça de ficção, zero simulado, abstração inchada pela polpa da consciência que adensa até oferecer o fruto já formado. No instante curto entre nascimento e morte, experimentamos um máximo de desatenção. 

Adriana Lunardi . Considerações sobre o Tempo

Paulo Braccini
enfim! é o que tem pra hoje...

40 comentários:

  1. Mas há fatos que nos tiram da desatenção e nos mostram que a existência do hoje teve início, meio e terá um fim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah! com certeza ... por exemplo: boas dicas do Bratz, pensar no Bratz, conversar com o Bratz, tocar "LIRA" e, claro, uns bons MACHOS ... rs

      Excluir
  2. É... um instante curto entre nascimento e morte mesmo. Passa tão rápido que não percebemos.

    Lindo texto!
    Beijo, querido!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas fique sempre atento para os pequenos instantes q nos tiram desta "desatenção" ... aliás o Senhorito é mestre nisto ... rs

      Excluir
  3. Coincidentemente esse texto me lembra Drift do blog "anagramas do silêncio". É a mesma linha e quase os mesmos termos.
    Muito bonito.
    Beijos Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou lá conferir ... não conheço ... boa oportunidade ... afinal é uma dica de Margot, portanto, preciosa ...

      bjão amiga

      Excluir
  4. O tempo... sempre esse danado! Hehehe! Adorei Miami... hehe... e coloca a gente pra pensar mesmo! Bjonas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tem uma coisa na vida q me assusta e me dá um certo medo é o tempo ... mas deixa quieto ...

      bjonas

      Excluir
  5. É pura reflexão ao referente tempo, e tudo isso sempre cousa espanto e medo. Tem um proverbio que aprendi desde cedo; "O tempo não dar tempo de ver o tempo fluir, mais com essa falta de tempo nem vejo o tempo sumir"
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim amigo ... como disse acima, a coisa q me causa medo na vida é o tempo ... mas fazer o que né?

      bjão

      Excluir
  6. Bratz:

    O tempo é uma incógnita, um mistério, melhor viver e ver o que vai acontecer...rs.

    Beijos e linda semana.

    ResponderExcluir
  7. É uma citação... por alguns instantes pensei que o sr tivesse tomado chazinho de cogumelo... kkk

    ResponderExcluir
  8. Penso eu que tenho tido vários momentos de desatenção, pois percebo que o tempo passou, passou e quanta coisa eu deixei de viver, por falta de tempo, ou por desatento, ou contratempo...sei lá.
    Gosto de pensar no tempo não, ele não passa, ele simplesmente voa.
    :(

    Beijos meu querido amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os momentos de desatenção são os cruciais em nossa vidas Majoli ... nestes instantes é q nos damos conta da vida ...

      bjão

      Excluir
    2. Concordo plenamente Paulo!
      Beijos.

      Excluir
  9. Nossa, viajei nisso aqui. Fiquei tentando lembrar da primeira vez que vi Maridão...

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim? não lembra disto? isto é o q eu chamo de DESATENÇÃO ... rs

      Excluir
    2. Lembro sim, claro! Ele é que não se lembra...

      o que eu quis dizer é que fiquei tentando me lembrar da primeira vez em que vi o Maridão, considerando a perspectiva do texto que vc publicou. Entendeu agora?

      Excluir
  10. "Assim, toda primeira lembrança é peça de ficção, zero simulado, abstração inchada pela polpa da consciência que adensa até oferecer o fruto já formado. No instante curto entre nascimento e morte, experimentamos um máximo de desatenção."

    ótima frase!

    ResponderExcluir
  11. Texto complexo hein...saiu até faísca do meu cérebro.
    O "senhor" tempo sempre rende grandes obras literárias, mas mudando de assunto...
    Babei na barriguinha do banner-título.

    ResponderExcluir
  12. Interessante esse conceito: “campo linear de nossas biografias”. Eu não acredito nem um pouquinho nessa linearidade. Pra mim, a “nossa história” tem mais a ver com um movimento absolutamente caótico, cheio de idas e vindas, espirais, etc. Além do, que penso que esse “eu”, o narrador da história, é uma bela ficção útil... affe... e eu até dormi bem hoje!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. engraçado ... este conceito tb me aliviou muito com relação ao TEMPO, que, até então era algo q me incomodava muito tb ...

      bjão

      Excluir
  13. "Rodada" é ótimo... hahahaha... mas entre nós - decanos de Blogsville - quem não é, nzé? Hahahaha! Bjos, meu gato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graças a Deus ... ruim é qdo olhamos para trás e não vemos nada ... aí sim ... é o fim ...

      Excluir
  14. E que considerações, hein? Diante de tão complexa e até técnica definição, peço licença a autora para ousar opinar a respeito. Acredito que a ideia de tempo tem identidade própria, cada pessoa o lê com nuances diferentes. Além disso, há que diga até que essa noção universal de tempo é ilusória, o seu verdadeiro sentido teria algo sobrenatural, inimaginável à condição reflexiva humana.
    Lindão, desculpe o meu sumiço. Aliás, me perdoe.
    Bjaum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá perdoado querido mas não abuse da minha paciência viu? kkkkkkkkkk

      Interessantíssima esta sua contextualização...

      Excluir
  15. nossa viajei agora no texto... muito lindo ele...

    ResponderExcluir
  16. Seria incrível se os momentos em que vi o cara sentado na outra sala desta biblioteca fosse o amor da minha vida. Mas a certeza é de que terei esse sonho até ver ele com alguma vadia boqueteira por aí.

    Eu também tenho medo do tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs ... vai q as coisas são diferentes ... vc pode ter uma grande surpresa na vida

      Excluir
  17. Aiiii, eu fui no banheiro e ele ainda estava lá e ele é lindo e ele sabe ler, oh glória divina Deus me permita essa benção senhor... faz dois dias que eu vejo ele na biblioteca... eu preciso me acalmar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. joga um olhar 43 para ele ... se ele ressabiar deixa cair um bilhetinho com o número do telefone perto dele ... rs

      Excluir
  18. é.. acho que nunca percebemos isto mesmo
    quando vimos, já foi

    beijos meu amigo querido e sempre presente

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin