quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Amargo Pesadelo



Título Original: Deliverance
Título no Brasil: Amargo Pesadelo
País de Origem: EUA
Gênero: Drama
Ano de Lançamento: 1972
Direção: John Boorman 
Sinopse: O Rio Chatooga nos montes Apalaches vai ser represado e com isso um lindo vale será destruído. Como última aventura, quatro amigos: Lewis Medlock (Burt Reynolds), Ed Gentry (Jon Voight), Drew Ballinger (Ronny Cox) e Bobby Trippe (Ned Beatty), homens extremamente urbanos resolvem fazer uma última aventura descendo as corredeiras do rio, em busca de adrenalina, emoção e maior contato com a natureza. Essa aventura começa a se complicar quando dois desses amigos tomam a dianteira no rio, distanciando-se dos outros. Uma série de ameaças as suas vidas estão aparecendo... difícil vai ser escapar delas...

Destaco aqui uma cena antológica em que há um duelo de banjo e violão, entre um forasteiro e um menino autista do posto de combustÍvel, onde pararam para abastecer, descarregar as canoas e a tralha para descerem o rio, e contratar motoristas, HillBillys locais, para levar os veiculos rio abaixo, para onde eles iriam desembarcar .
De todas as pessoas que aparecem no filme, o único que não é ator é o menino.
Ele é um autista, que o diretor teve a felicidade de encaixar na cena do filme.
E se não é o primeiro, é um dos primeiros filmes do Burt Reynolds, ai ainda em papel secundario .
Vale muito a pena apreciar a cena, em si, e sua excepcional qualidade musical.



Paulo Braccini
enfim! é o que tem pra hoje...

20 comentários:

  1. huuuuuuuuummmmmmmmmm...parece interessante! :)

    ResponderExcluir
  2. Por coincidência, eu recebi o 'trailer' por e-mail e ele vem correndo pela internet com vários boatos. Um deles, afirma que o garoto nunca mais tocou o banjo. Outro, que ele não andava até fazer o duelo e, logo após, voltou ao estado de antes.
    De qualquer forma, é impressionante a habilidade.
    E o Burt Reynolds, em? Tá bonitão no filme.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. ah! que preciosidade!

    amei, gato! amei!

    ResponderExcluir
  4. hummm
    não faz mto meu estilo...

    ResponderExcluir
  5. ps: o convite do seu marido foi por água abaixo já né?

    ResponderExcluir
  6. Nossa este duelo de banjo e o violão entre o menino autista e o forasteiro foi de arrepiar!
    Fiquei impressionado, vou assistir ao filme, provavelmente neste sabado!
    "Uma série de ameaças as suas vidas estão aparecendo... difícil vai ser escapar delas..."
    O filme deve ser de primeira mesmo, valeu XARÁ!

    ResponderExcluir
  7. que ótima dica!

    Tá anotado.

    Abração!

    ResponderExcluir
  8. Surpreendente!Braccini, que delícia!
    Amei tua maneira de comentar o filme!
    Tens outros detalhes ignorados a partilhar em outros filmes?
    Dê para nós!rsrsrsr.

    ResponderExcluir
  9. Esse filme é lindo .... e cena antologia mais linda ainda :) você acredita que depois desse filme fui aprender tocar contrabaixo acústico ... bons tempos ...

    Sobre a noticia que vc me passou .. gostei e já pode anotar na sua agenda para ser nosso padrinho de casamento ... ah e claro já reserve também o dinheiro do presente ... kakakak bjs

    ResponderExcluir
  10. Adoro filmes da década de 70, sempre que posso asssisto no tele cine cult...é tudibom.
    Esse ainda não vi, mas vou ver se acho na net pra baixar.
    Gostei da cena que mostra no vídeo.
    E legal toda essas curiosidades que nos contou, principalmente do menino autista.

    Ótima postagem querido Paulo.
    Beijos de uma deliciosa quinta.

    ResponderExcluir
  11. Vou conferir quando chegar em casa, Bratz.

    bj

    ResponderExcluir
  12. Não conheço o filme, mas me parece muito bom,
    vou procurar para assistir
    vlw a indicação
    bjos

    ResponderExcluir
  13. Esse filme não me é estranho, mas não lembro de tê-lo visto. Dèja vu?

    ResponderExcluir
  14. Ahhhhh... me lembro com saudades de quando - ainda menino - eu lavava as partes no rio Chatooga!!! Hahahaha!!
    Ótima dica... só podia ser aqui, né?
    Vc é ótimo nisso... heheh! Bjz!

    ResponderExcluir
  15. Olha Burt tinha cabelo na época,ou ja era peruca???
    Ele era bonitão!!!

    Beijos Paulo

    ResponderExcluir
  16. Parece ser bem interessante, pelo menos essa cena foi linda!!
    abraçooooo!

    ResponderExcluir
  17. Vou dar uma conferida. Mas eu acho uma poota falta do que fazer, colocar a vida em risco com esportes radicais. Se quero adrenalina, vou fazer sexo no elevador.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. um grande filme!
    olha que hj temos grandes filmes sendo revisitados aqui na blogosfera!
    adorei

    beijos

    ResponderExcluir
  19. Paulo, sobre seu comentário no blog, acho que o período nazista e a Idade Média são os períodos mais fascinantes da História, e creio que a explicação seja justamente o fato de não haver explicação para os eventos, são tão obscuros que desafiam nossa concepção de humanidade. E te entendo perfeitamente, achar intrigante não significa adesão, apologia ou identificação com as ideias e práticas do nazismo.Parte da minha pesquisa acadêmica é justamente sobre a música do período nazista.

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin