segunda-feira, 26 de julho de 2010

Leitura Coletiva . Caim . José Saramago


Queridos amigos, se observaram, eu me apresentei como participante da Leitura Coletiva promovida pelo amigo James Penido do Blog Minha Literatura Agora, em parceria com a Vanessa do Blog Fio de Ariadne. Confesso que admirava e muito a pessoa de José Saramago, mas ainda não tinha tido oportunidade de lê-lo. Daí, aceitei a proposta, escolhi ler "Caim" e aqui registro as minhas impressões sobre esta obra.

Leitura densa, não muito fácil e tensa. Saramago nesta obra permeia seu texto com humor, ironias e sarcasmos. O seu Caim é apresentado como um herói, um homem ressentido contra seu Deus, um andarilho que viaja no tempo e que sempre aporta em momentos da história bíblica nos quais as ações divinas podem ser tomadas como más, absurdas, irracionais, violentas, desumanas e nada divinas. Na percepção do Caim de Saramago, o problema do mundo e o sofrimento humano são conseqüências da existência desse Deus invejoso, rancoroso e tirano a quem temos o dever de adorar e servir. Portanto esse Caim teria matado Abel por não ser capaz de matar o próprio Deus. O que conta então é que, para Saramago, Deus estaria morto. Uma percepção coerente com o ateísmo deste grande escritor, que afirmava de maneira convicta e contundente: “a Bíblia é um manual de maus costumes
Para mim, superando qualquer fundamentalismo religioso, Caim de José Saramago, é uma obra inteligente e instigante, que nos remete a reflexões profundas sobre a subversão de uma verdade absoluta, qual seja, a formatação de um Deus criado pelos homens à sua imagem e semelhança.


Paulo Braccini
enfim! é o que tem pra hoje...

32 comentários:

  1. Tenho q voltar a ler x.x

    Faz alguns meses que li livros de gente, mas em compensação foi overdose

    Sempre gostei de escritores portugueses, apesar de não ter lido saramago

    Abraços e obrigado por ler os post imenso, hauah

    ResponderExcluir
  2. É o único livro de Saramago que eu li e que eu tenho. Li ano passado. Também achei uma leitura densa, tensa e até mesmo perturbadora em alguns aspectos. Muitos amigos me disseram: "Não deveria, você lê Bukowski" mas é diferente. O velho Buk tem uma linguagem que tem mais a ver com a minha história, com meu estilo de vida, jeito de ser homem e tudo mais. Mesmo sabendo que o velho Buk tem um lado denso, tenso e extremamente perturbador pra alguns devido ao deboche, a ironia e o sarcasmo a flor da pele. Achei Caim de Saramago muito mais denso. Ele toca em pontos complexos de uma maneira que ao relermos, eles se tornam mais simples e compreensíveis. Fora a "provocação" sútil quase imperceptivel de afrontar a igreja católica e seus dogmas pragmáticos e absolutos. Mas gosto disso. Gosto quando os "grandes" são contrariados e desafiados com inteligência e perspicácia. Acho isso fantástico!

    Se cuida, Paulo! Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Eu deveria ter lido esse livro, mas não consegui, interessante tudo que disse, a época em que eu deveria ter lido esse livro foi quando fazia estágio numa UTI oncológica e o diretor médico me indicou, ele me disse que estava lendo (perto do período em que foi publicado) para ajuda-lo a elaborar um novo manual de conduta ao paciente terminal, sobre cuidados paliativos sabe, o hospital é católico e a discussão era justamente essa, claro que eu nem me atreveria a dizer ou tentar me lembrar as dúvidas e discussões dele, mas me foi indicado, agora fiquei curioso de verdade, rs, será que eu entendo essa leitura? Bjao!

    ResponderExcluir
  4. As pessoas sempre me condenam quando eu digo que nunca li nada do saramago... Só vi o filme do ensaio sobre a cegueira, e ainda asism me condenam porque quem leu acha o filme raso XD.

    Mas interessante essa visão sobre Cain. Adoro uma blasfêmia XD.

    Beijos Paulo!

    ResponderExcluir
  5. Assim como várias pessoas, só li ensaio. Mas fiquei com uma pontinha de curiosidade a respeito desse trabalho.

    bjão, querido.

    Tá chegando!

    ResponderExcluir
  6. Que maravilha de análise, amigo! Saramago, apesar da oposição dos religiosos mais radicais, ajuda a despir a imagem do Deus carrasco e punitivo. Do que "ferra" os pecadores, que manda pro "fogo do inferno" os opositores e mais tantas bobagens criadas para frear a liberade de expressão de atitudes da humanidade.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Cain é uma literatura complexa, densa, amarga, doce, lasciva - ok, estou me dando muito credito. Hihihi

    Amei! Adoru dicas de leitura! Eu tava até pensando em fazer um selo... mas preferi pedir aqui e ali...

    Luv Ya!

    ResponderExcluir
  8. Adoro uma blasfêmia [2]
    Eu passei tanto tempo cego e agora eu posso ver. Não que eu não visse antes, mas é que eu me recusa a acreditar.
    Mas Saramago é MARA, vc falando dele é mara, e eu queria vc escrevendo um livro para vc ficar eternamente também.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. P.S.: Sim, Paulinho, a história foi real. Eu tomei essa decisão, pq passei tanto tempo me anulando por medo, para me aceitar, e agora que eu consegui, a última coisa que vou fazer é abrir mão de mim por alguém.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Nossa! Eu quero demais ler esse livro... Eu tenho O Evangelho Segundo Jesus Cristo do Saramago e eu adorei! Creio que deve estar no mesmo nível!
    Adoro essa mitologia hebraico-critã.. Literatura mesmo, fé a parte né? Rsss
    Porque eu mesmo falo com meus alunos que até a bíblia é literatura...

    ResponderExcluir
  11. legal essa ideia de leitura coletiva!
    tenho que ler Saramago


    beijos

    ResponderExcluir
  12. Paulo, cade as suas ameeegããs tartaruguinhas ali do lado?? Fiquei triste ao não vê-las...

    ResponderExcluir
  13. Eu não encontrei esse...quero, preciso..rs


    abraços

    Hugo

    ResponderExcluir
  14. Tenho um do Saramago separado para ler nas férias, durante a viagem [literalmente, durante o voo, porque em terra firme (ui!) não vou querer saber de livro, não! Rs]

    Beijo, querido!

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  15. Paulo,excelente resenha!Fico muito feliz com a sua participação.Você só engrandece nossa coletiva.Muito obrigado,meu querido.Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  16. Paulo,

    Obrigado pela indicação do livro , Cartas a um Jovem Poeta. Não li ainda, mas já vi muitas pessoas comentarem.

    valeu...


    abraços

    Hugo

    ResponderExcluir
  17. Um amei a dica eu gosto de ler.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  18. Um de meus preferidos de um preferido.

    Ele dispensa comentários.

    P.S.: Ansiosom por ve-lo. rs

    ResponderExcluir
  19. Achei o post muito interessante, eu assisti o filme do ensaio sobre a cegueira. Passei para deixar um beijinho amigo. Kiss!! Kiss!!

    ResponderExcluir
  20. Esse livro pede uma leitura!
    É nessa que eu vou!
    Abraçosssss!

    ResponderExcluir
  21. eu nem parei para ler seu post...

    só entrei para dizer que cheguei da serra e tô exausto, os pés pedem massagem e não tem nenhum macho para fazer isso, cê sabe fazer massagem bracci? hahahahahaha!

    ResponderExcluir
  22. Eu sou tão frágil! Tão ingénua! Eu tenho apenas quatro pequenos espinhos para me defender do mundo (é assim que eu me sinto).

    ResponderExcluir
  23. Paulo querido, esse do Saramago não li.
    Tenho (E li) tres livros dele:
    Ensaio sobre a cegueira, ensaio sobre a lucidez e o evangelho segundo Jesus Cristo (lindoooooooooooooooooooooooo de viver).

    Saramago é sem duvida, um dos meus favoritos (Só de lembrar que ele se foi já encho meus olhos aqui).

    Esse vou atrás, obrigada pela dica.

    Um beijo meu querido.

    ResponderExcluir
  24. Hummmmm... Interessantíssimo. De Saramago eu só li "Ensaio..." antes mesmo do bafafá do filme, mas nunca tinha me aprofundado em interesse pelo restante da obra dele. Essa sua resenha me instigou a ler o livro. Bjss

    ResponderExcluir
  25. leia tudo dele, mesmo quando ele é chato (e ele pode ser muito chato) ainda é maravilhoso

    ResponderExcluir
  26. Muito boa a sua percepção da leitura e realmente dificil fazer uma resenha quando a leitura tem tanta informação pouco convencional.

    Eu particularmente não tenho esse dom.

    Valeu! Abçs!

    ResponderExcluir
  27. Se soubesse do teu blog há mais tempo, já seria mais um a te seguir...
    Sou teu fã!
    Saudades!
    Abraços!
    Treinador Braccini

    ResponderExcluir
  28. Oi meu querido Paulo, que interessante a impressão deixada por você sobre o livro Caim de José Saramago, fiquei interessadíssima em ler, e penso que meu filho mais velho adoraria ler também.

    Não sabia dessa leitura Coletiva, nossa que iniciativa legal.

    Beijos de uma deliciosa noite pra ti.
    Te adoro.

    ResponderExcluir
  29. Obrigado a todos q por aqui passaram ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  30. ainda não fui liberado pra ler caim mas com certeza deve ser uma leitura prazerosa.

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin