quinta-feira, 29 de abril de 2010

Homens que Menstruam


Mais um craque da Blogosfera, é o amigo Herculano Neto, do Blog Porque voce faz Poema. Em seu perfil consta que nasceu em Santo Amaro da Purificação (BA). É poeta, ficcionista e letrista de música popular. Possui canções gravadas por Fagner, Alcione e Roberto Mendes. Publicou o livro de poesia CINEMA, Prêmio Braskem de Literatura. Funcionário público, cinemaníaco, neto do Herculano, um reles contador de estórias. Esta é uma de suas preciosidades aqui compartilhada com os amigos.

São feitos de sutilezas. Tudo neles está à mão e distante; sublimado e exposto. Para eles não há diferença entre comédia e tragédia, eles sabem que a vida é teatro. Armam cenas, cerram cortinas, esperam, afagam, afastam. Querem solidão suas madrugadas, querem atenção suas impaciências. Gritam, mas apenas pelo prazer do silêncio. Despetalam a flor da pele, as lágrimas dos cadernos, os livros das estantes. Nem sempre estão em ponto de bala, prontos para o combate; muitas vezes são alvos fáceis. São dóceis, indefesos, furiosos, indomesticáveis. Colocam as cartas na mesa, viram a mesa, viram o jogo; perdem por muito, vencem por pouco. Sabem de cor muitas mentiras, mas o que importa são as verdades: as mais duras, as mais inconfessáveis – todas passíveis de arrependimentos. Têm sempre certeza, certeza de tudo, embora achem que ninguém os entendam. Brigam, se desculpam, admitem a culpa, colocam a culpa no outro. Abraçam forte e longamente, acolhem em seus braços todas as possibilidades, todos os afetos. Querem amor e exigem amar, querem amar e exigem amor. Insistem em demonstrar força, porém são inseguros, frágeis. São meninos brincando de ser homens. Não sentem cólicas, sentem muito. Sentem ciúmes, se arriscam, pedem provas, se entregam, contradizem. Exibem suas cicatrizes com orgulho, cultivam algumas feridas como plantas. Choram trancados no banheiro, enxugam o rosto no lado mais frio da cama, buscam no escuro o calor do acaso. Suas noites são intermináveis, dolorosas e reconfortantes. Mas não há ambivalência em suas manhãs.



Paulo Braccini
enfim, é o que tem pra hoje...

25 comentários:

  1. E o que será amanhã, do amanhã?
    O que será?
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Nossa... chorei viu.

    Abraço meu querido Paulo




    Ps: descobri que sou um homem que menstrua...

    relendo...relendo...relendo...

    ResponderExcluir
  3. Seres admiráveis e "gostáveis", então. ^^

    Beijocas.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  4. Bom dia "D", o céu amanheceu lindo.
    Excelente texto, parabéns ao autor e você por publicá-lo. Gostei e amei
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Bonitas essas mãos a ilustrar este texto tão bem elaborado. O piazão é um artista da palavra mesmo. Homens que menstruam são de fato tudo isto, algo que não é nem só mulher nem só homem, é mais. Não é nem necessário citar o termo "gay" ou quaisquer equivalentes, pela descrição já se percebe a intenção do autor.

    Au revoir.

    Bisous.

    PS.: Não precisa retribuir a visita não, eu venho desinteressadamente, e estou a ser sincero. O título da mensagem já me atraiu a atenção e sempre é bom visitar-te. Mas... se passares pelo meu cantinho, não te esqueças de votar na enquete, ok? Tempo não importa, que falta ainda mais de mês para que o tempo se esgote. Fica tranquilo, Paulo.

    Muito fixe a tua casita, fica com a Luz e a Paz. Tu e todos nós, homens que menstruam, hehehe.

    PS.: Alguma sugestão de marca de módes? Como vós dizeis aí, em Belo Horizonte, absorvente não é mesmo?

    ResponderExcluir
  6. Oii Paulo, bom diaa!!!
    Eitaa, descobri que mestruo também viu. Na maioria das vezes sou assim meio antagônico hehehe, e dramático.
    Lindo texto..Parabens pelo autor.

    Beijuxxx.

    ResponderExcluir
  7. Emocionante, Paulo! emfim! o que vc tem para hoje me emocionou MUITO!
    Bjux

    ResponderExcluir
  8. Quando penso em desanimar,me deparo com tanto conteudo e volto a gostar de gente.
    assim como gosto de vc meu amigo GENTE

    afagos

    ResponderExcluir
  9. adorei paulo, viajei pro passado lendo.

    ResponderExcluir
  10. Esse texto é uma prova incontestável que a sensibilidade é uma qualidade do ser humano...independente do gênero...
    Sensibilidade é um tempero do coração...

    bj guri...
    bom final de semana!

    ResponderExcluir
  11. É meu amigo, que lindo isso, é tudo muito belo, ele conseguiu descrever todas as nuances da vida nos deixando a pensar e a refletir. E que as verdades, duras e inconfessáveis sejam nossa testemunha de que vale a pena viver.
    Hoje passamos aqui eu e Alê pra agradecer sua companhia desde sempre em nosso blog. Ao celebrarmos nosso terceiro aniversário de vida juntos, a sua vida com o seu querido "D" ou Wan pra nós dois, é com certeza motivo de acreditarmos que vale a pena. Que a "vida" em sua intensidade nos proporcione tantos "35" infinitos anos juntos.
    Um grande bju de nós 2 a vocês 2.
    Jay e Alê

    ResponderExcluir
  12. Quando eu crescer quer escrever assim,
    poder literalizar todos os vulcões e afagos que habitam no interior do homem... no meu interior...

    Gradei!

    Abraçõs!

    ResponderExcluir
  13. A cada uma das postagens que vc publica aqui fica mais evidente, a sensibilidade do ser humano se aflora.
    "Emfim! o que tem pra hoje..." isso que se ler.
    E de um conterráneo, baiano de S. Amaro.
    Beleza
    Bjos e abraço

    ResponderExcluir
  14. Podia se ter mais disso por ai e assim teriamos mulheres menos amargas pelo de-samor de seus homens.

    Bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  15. Bom, belo texto...poético e real. No fundo todos nós, seres humanos somos muitos por dentro!!

    Abraço.
    Fábio.

    ResponderExcluir
  16. Muito bom, menino!
    E pode ter certeza... eu não sou homem que menstrua... mas TPM eu tenho E MUITAAAAAAAA!!! Hahahahaha!!!! Bjozzzzzzz!!!!!

    ResponderExcluir
  17. muita coisa nova e eu me recuso a ler so o ultimo, rapidinho, de qqer jeito! to no trabalho, entao volto depois de casa.

    um beeeijo grande
    .
    .
    .

    ResponderExcluir
  18. agora que sei ser o senhor um exímio motorista, deu vontade de passar um fnds em BH e te alugar para em ensinar baliza, garagem e meia embreagem. Eu pago bem e do jeito que vc quiser. :D

    ResponderExcluir
  19. Adorei a sua menstruação...rsrsrsrquer dizer, essa confissão perfeita que define o homem, com seus medos e desvaneios...serei cativa do seu cantinho virtual.

    ResponderExcluir
  20. Comédia ou tragédia realmente não muda nada, pois para sermos protagonistas ou coadjuvantes no teatro da vida,"menstruamos" muitas vezes, independente de cor, religião, ideologia ou sexo .
    A sensibilidade cerrando as cortinas!
    Aplausos....

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  21. Obrigado pelo carinho de sempre meus amigos ... sempre bom tê-los por aqui com esta participação super enriquecedora dos posts ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  22. Bom demais!
    Alias, homem 'e bom mesmo, de qualquer jeito,rsrsrsrs,imagina entao sendo humano e sensivel,HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.
    Declaracao tipica de mulher...estupida,ahahahahahahahahahahaha.
    Nem eu me aguentei com essa,perdao!

    ResponderExcluir
  23. uau!!!!!!!!!!!!! esse cara é demais!!!

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin