terça-feira, 2 de março de 2010

Gayzismo, a nova ditadura



Weel Bernard do Blog Em Parafuso Horizontal, é um jovem rapaz do Planalto Central aproveitando da internet 2.0 para falar, entre muitas coisas, da sua homossexualidade. Um rapaz eternamente incompleto e em desenvolvimento que quer ser perdoado pelos utópicos românticos preceitos egomessiânicos que as vezes podem reger suas ações. Um jovem inexperiente, mas que aprende muito, as vezes dolorosamente. Bem, é assim que ele se define em seu perfil. O que sei é que é um cara de inteligência rara, sensível, dono de uma visão crítica do mundo [aspecto raro para sua idade]. Recentemente ele fez uma abordagem sobre uma personagem de nossos tempos conhecida como Rosângela Justino, uma figura desprovida de qualquer valor moral, ético, cultural ou outro qualquer que lhe possa imputar algo de decente inerente a qualquer ser humano. O texto é tão rico que, com a devida autorização do amigo Well, compartilho aqui com os amigos do enfim, é o que tem pra hoje...



Parece existir uma moda entre as pessoas e a grande imprensa para fazer comparações e tentar convencer aos outros que as ocasiões, muitas delas meras especulações, estão nos empurrando para uma ditadura. Conforme o grupo, a explicação para qual ditadura vai se instalar é diferente, assim como os indicadores dela.
Os exemplos são vários, mas vou me concentrar no gayzismo, que é o termo que pessoas têm empregado para se referir a uma ditadura gay que acreditam estar se instalando no Brasil. Os argumentos, que podem ser encontrados facilmente ao digitar o termo gayzismo em um site busca, são aberrantes, são rasos, míopes, relativos e acima de tudo ridículos.
O que dizem é que com o advento do tal gayzismo, os heterossexuais serão discriminados enquanto que os homossexuais serão apoiados, algo inconcebível para os opositores, cujo porque é explicado com muitos versículos desprovidos de contextualização histórica do Antigo Testamento da Bíblia dos cristãos.
Dizem também que a Família será extinta, na verdade o conceito de família eles fazem e que já está obsoleto para descrever toda sociedade, e com isso teremos a falência da humanidade, que há muito tempo não é cristã, muito menos segue seu modelo de família patriarcal monogâmica nuclear.
Também insistem na teoria de que no mundo o que se tem não é homossexualidade, primeiro porque desconhece o termo, segundo porque é homossexualismo, uma doença, que na opinião, embora censurada pelo CRF, da psicóloga denominada cristã, Rosângela Justino, deve ser curada e combatida, com vistas evitar que se tenha no Brasil um regime de castas provocado por gente pervertida e abusada sexualmente.
Para provar (sic) essa tal de ditadura gay, comparam o que os movimentos pró cidadania LGBT fazem no Brasil ao que aconteceu na Alemanha no segundo quartel do século XX e assim dizer que os homossexuais compartilham de ideais nazistas, embora fossem naquele período um grupo perseguido.
Outro ponto chave é o de que leis como a PLC 122 são leis antidemocráticas, assim sendo outro indício dessa ditadura gay que dizem se aproximar, pois no fim querem acabar com a liberdade religiosa e com a liberdade de pensamento e que os heterossexuais serão cerceados na sua liberdade individual, a de ser heterossexuais, como se alguém quisesse que não os fossem.
Não vou rechaçar o que dizem em linhas gerais os teóricos do golpe gayzista. Acredito que os que venham nesse blog sejam inteligentes o suficiente para saber que são disparates proferidos por pessoas que vêem a sua posição de opressores e sócio-culturalmente beneficiada ameaçada pela ampliação que não visa nada senão equiparar direitos e tirar justificativas contrárias a essa equiparação.
O que sei é que enquanto os movimentos sociais se articulam em prol de democracia, que não consiste é claro em apenas votar, direito de ir e vir ou de expressão, mas também na equivalência que as pessoas tem para a sociedade, o Estado, aos serviços públicos e itens de sobrevivência com qualidade de vida, existe também gente em nome da fé fanática e doentia, imbuídas em pouco conhecimento de causa, se articulando contra usando de prerrogativas toscas e insensatas, acusando aos outros pelos crimes contra a democracia que cometem. Mas não é esse o pior, o pior é que tem gente se conformando assim como tem gente acreditando que eles estão certos.


Paulo Braccini
enfim, é o que tem pra hoje...

36 comentários:

  1. Eu concordo com o viva a diferença

    ResponderExcluir
  2. Abaixo todas as ditaduras, principalmente as que levam a imbecilidade! Temos que derrubar tods os guetos, é assim que humanidade pode interagir sem "fronteiras".
    Heterossexuais, homossexuais, bissexuais, comunistas, liberais, anarquistas, cristãos, muçumanos, judeus, potas, humoristas, dramaturgos, enfim, vamos apagar as demarcações.
    Não é porque sou desse jeito, que não posso ter amigos de outras maneiras!
    E também temos que parar com aquela bobagem de justificativa: "Não sou assim mas tenho amigos que são e nos damos muito bem"! E precisa? Parece até que esta tentando provar si próprio algo que não esta ainda muito bem absorvido.
    Não preciso dizer o que sou e nem as pessoas precisam dizer o que elas são, percebemos e convivemos, legal assim.

    ResponderExcluir
  3. Paulo, obrigado pelo comentário lá no blog. Tenha um excelente dia.

    ResponderExcluir
  4. Um beijo para vc e W.B.

    o texto de Bernard está muito bom, mas não toca no argumento que parece mais forte para eles ... a defesa da família tradicional.

    ResponderExcluir
  5. Se a indicação é sua, coisa boa com certeza é.

    Tb não entendo essa mania de ditadura. Queremos apenas os direitos que nos são devidos. E triste ouvir argumentos sem pés e cabeças de que estamos querendo obrigá-los a viver num mundo cor de rosa. Espero viver para poder ver melhoras para todos e não para alguns.

    ResponderExcluir
  6. Amigos E. Suruba, Guará, AD, O* e Wans ... a questão é de uma simplincidade única ... RESPEITO ... só isto ... chega de normativas preconceituosas de todos os lados ... sejamos simplesmente SERES de RESPEITO uns para com os outros ... VIVA AS DIFERENÇAS pois o mundo é assim ... diverso por excelência ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  7. Adorei o post. Bem cheio de verdades.
    Abaixo todas as ditaduras. o/

    Vou aproveitar para dar um pulinho no blog do Bernard.
    =D

    Beijoo

    ResponderExcluir
  8. obrigado Flavih ... vá mesmo ... merece uma visita ... WB é uma coisa rara na blogosfera ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  9. Eu nao sei se saio correndo, se choro ou se morro de rir, então vou fazer tudo junto:

    ..............snif..ahsuhaushaush!

    Gente louca, bem que eu apoio um golpe de estado gay, mas nunca vi tanto homofobicismo junto (homofobia + exibicionismo) rs.

    Bjo!

    ResponderExcluir
  10. então Renato ... tb não sei se é para rir ou chorar ... talvez seja para isto mesmo ... chorar/rir/chorar ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  11. Texto brilhante,Paulo,bem argumentado.Fantástico.Obrigado por postá-lo.Um beijo.

    ResponderExcluir
  12. Oi Paulo, obrigado por fazer essa indicação ao meu blog. Vindo de você é de se ter certeza que devo me envaidecer.

    M.A.

    Eu até quis falar da família tradicional. Reparou que eu dei uma pincelada? Mas como sempre eu achei que estava me delongando demais e então resolvi não me aprofundar muito.

    ResponderExcluir
  13. Ah...

    PS.: Desde já obrigado pelos comentários e eu concordo profundamente com o Guará Matos.

    E se é para apoiar alguma coisa, vamos apoiar a ditadura do amor e da tolerância. [/agora eu fui bem Xuxa]

    ResponderExcluir
  14. Obrigado James ... o texto do WB é perfeito mesmo ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  15. Obrigado WB por nos presentear com esta reflexão primorosa ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  16. Como diz aquela banda Pulso, "(...)nós queremos direitos iguais, nem a mais, nem a menos!"

    Viver a diversidade sim, mas todos amparados pela mesma constituição, chamada "do povo". Tomara que um dia ela ainda chegue a abranger toda essa totalidade!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. EFS ... só isto mesmo:

    "(...)nós queremos direitos iguais, nem a mais, nem a menos!"

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  18. Já ouvi falar até em "Parada do Orgulho Hetero", pode uma coisa dessas?

    Não sou a favor de bandeiras, quando o assunto é a orientação sexual, simplesmente porque não acredito que se trate de "opção", como muita gente fala. Vamos deixar a intimidade das pessoas onde tem que ficar, ué. Somos, todos nós, muito maiores do que apenas esse aspecto.

    Beijos, Paulo, e obrigada pela presença afetuosa, lá no blog. Seja bem-vindo!

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  19. Obrigado Luna ... adorei seu blog ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  20. Ditadura?!?
    Odeio. É palavrão.
    Já a dita dura... é outro esquema... hahahahaha!!!!!
    Hugzão, meu muso!!!

    ResponderExcluir
  21. gostei da "óptica" que obtiveram.
    concordo q não deve haver esse tipo de "!ditadura do sexo"
    ou monopolio de ideologias.
    enfim..

    ótimo assunto abordado..



    vim encher o saco como sempre,
    abração
    e o povo no meu blog forneceu versos para o Nosso AXÉ..não se assute com isso ao visitar meu blog kkkkkk
    e feliz dia da meteorologia que acaba com a gnt...

    ResponderExcluir
  22. Hum, complicado o assunto, e exelente o etexto.

    Estamos vivendo tempos de mudanças, onde o comportamento de toda a sociedade vem se desprendendo da tão cultuada sociedade heteronormatizada, cristã e patriarcal.

    Qualquer mudança que venha acabar com regras ditadas e impostas em "tempos ignorantes" com certeza incomodarão a quem tem medo de viver estes novos tempos.

    Na verdade é o medo encubado de mostrar seu verdadeiro ser.

    O que nos incomoda nada mais é que o nosso eu mal resolvido.

    Abraços Paulo, já dei uma arrumada no blog, acho que dá para comentar, bjs.

    ResponderExcluir
  23. A religião, em toda História, foi uma arma injusta.
    Por sinal, Braccine, estava tentando entender, por isso parei para escutar Edir Macedo, num dos programas dele, mas confesso que a única certeza que tive é que ele realmente tem o dom da eloquência- palmas para o sofismo dele!

    ResponderExcluir
  24. Ditadura é palavrão, mas a dita dura é sedução ...

    Ditadura é agressão, mas a dita dura é alucinação ...

    Ditadura é aberração, mas a dita dura é puro tesão ...

    Quando a VACA muge, tudo vira EMPOGAÇÃO ...

    kkkkkk

    bjux pra VACA

    ;-)

    ResponderExcluir
  25. Alexandre, sua percepção de toda esta questão é inteligente e crítica, e a sua manifestação por aqui só enriquece o texto do WB.

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  26. Querido Deni, thanks pela visita já correndo para dançar o AXÉ ... rs...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  27. acho que a sexualidade de cada um é de cada um e de ninguém mais! e acho uma idiotice pessoas preconceituosas!

    eu sou totalmente a favor das pessoas serem o que elas são ou o que quiserem ser! não podemos reprimir! é completamente errado!

    ResponderExcluir
  28. Diu e Coockie ... o homem em toda a sua história ainda não aprendeu o mínimo sobre o respeito ... para ele o que conta é o poder e o autoritarismo e convicção de que uns pouco são os donos da verdade ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  29. Bato palmas para esse menino Well...

    (mas claro, eu não poderia deixar de usar o tal humor cinza que corre nas minhas véias...qual seria o grito de saudação dos ativistas e pró gayzismo??? penso em como "hi Mona!!!")

    bjbjbj no coração!
    guri Paulo

    ResponderExcluir
  30. Muito boa a reflexão para tão pouca idade. O moço ahasa!

    ResponderExcluir
  31. Thanks menino Cain e menina Jana ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  32. Oi Paulo, tudo bem?
    Menino, esse seu achado tem um tato com as palavras, um visão rica de abordar os fatos, achei interessantíssimo ele.
    Então menino, aqueles ingredientes são fundamentais não é? rs
    Um bjo
    :)

    ResponderExcluir
  33. É tudo um bando de bicha enrustida!!! kkkkkkkkk Incrível como tem gente ignorante que "se acha! não?

    Muito bom o texto, vou lá conhecer o blog do rapaz...
    bjo querido

    ResponderExcluir
  34. Dil e Dalla ... realmente o WB tem o dom e o discernimento ... perfeito mesmo ...

    bjux e obrigado

    ;-)

    ResponderExcluir
  35. Depois vou fazer um post para comentar sobre a minha dificuldade de aceitar elogios.

    Obrigado a todos vocês pelo crédito e sem sombras de dúvida ao Paulo Braccini. Reconheço o carinho da atenção de todo mundo, mas o Sr Bratini tem dado uma atenção mais especial, concerteza.

    ResponderExcluir
  36. Imagina Wel ... te acompanho de há muito tempo vc sabe e percebo a qualidade e o valor de suas idéias e posicionamentos ... claro que discordo de algumas questões que vc já colocou ... mas o fato de discordar não me impede de apreciar e valorizar toda a sua linha de raciocínio e toda a sua argumentação consistente na defesa de seus pontos de vista ... gostei e muito da repercussão de seu texto ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin