sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Homofobia e meninas chiliquentas





Quando falam em homofobia eu me sento no chão e começo a ler um livro. Ler um livro – ou mesmo ver a Penélope de guarda-chuva chamando o Mini Disk – é muito mais interessante – e mais produtivo, por que não? – do que ouvir alguém falar em homofobia. O problema é que nunca falam realmente em homofobia; gritam, dão chiliques. Muito de menininha chata do colégio tem nisso. Quer dizer, quando falam que um ator da globo ou um apresentador redondo e rosado da globo chamou não sei quem de “viado”, ou “bicha”, ou “boiola”, gritam tanto quanto uma menininha chata de aparelho nos dentes quando encontra uma lagartixa morta no meio do sanduíche, entre o presunto e o queijo. A diferença entre o blogueiro que recheia suas páginas de estatísticas sobre homofobia e a garota da turma que tem os cabelos puxados no recreio é mínima, acreditem. Os dois só sabem berrar. Você diz para eles se acalmarem, corre para pegar um copo d’água com açúcar e quando volta, continua sem entender o que eles estão falando, para onde eles querem ir.
Esses chiliques os afundam cada vez mais. Não dá para respeitar alguém que esperneia tanto. É como se eles mesmos contribuíssem com a homofobia que dizem sofrer, porque a vontade que dá, nesses casos, vai além de um peteleco na orelha. Quando você os vê afundando, tem vontade de pegar um tronco de árvore não para salvá-los, mas para meter-lhes galos na testa. É natural. Um ciclo que não termina, mas aumenta. Se não dessem chiliques e gritassem tanto, poderiam, quem sabe, serem respeitados.
Do contrário, mais lagartixas surgirão no teu sanduíche, oh meninas chiliquentas.

Guy Franco em Canudos Coloridos


Paulo Braccini
enfim, é o que tem pra hoje...

42 comentários:

  1. Depois de muito tempo, eis-me aqui e lá também. Será que ainda lembra-se de mim? Finalmente o sistema de comentários voltou a funcionar. Espero que goste do que acabei de publicar.
    Com o mesmo carinho de sempre, folhas secas deste Outono.

    ResponderExcluir
  2. Fantástico, rsrsrsrsrsrs.

    Realmente, chilique é desnecessário, e não leva nada. Existem maneiras mais educadas e civilizadas de se protestar algo.

    E é o que vc falou caro amigo, só temos respeito, se fazemos por onde telo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Eu já fui uma menina chiliquenta que usava aparelho, tinha a voz estridente e odiava lagartixas...
    Hoje to mais pra um sapinha chiliquenta que gosta de lagartixas (elas comem mosquitos!!!) e odeia homofobia...
    Mas confesso que, pior que a homofobia, é a maldade que vai no coração daqueles que nem sabem o que significa a palavra HOMOFOBIA...

    bjbjbj
    bom final de semana!

    ResponderExcluir
  4. Xi, eu sou também ?Aqui pensando, dou piti pra caralho!

    Nunca havia pensado nisso,me diga, como se chamam aqueles que tem fobia de gente feia?( muitos tem)

    ResponderExcluir
  5. Com histeria nada se resolve. Bom dia meu caro.

    ResponderExcluir
  6. Queridos amigos Alexandre, Jana, Michele, Pimenta e AD, o Gui Franco foi muito feliz mesmo, nesta abordagem ... somos o que somos e nos faremos respeitar com atitudes e não com meros discursos simplistas e tb cheios de preconceitos ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  7. O Paulo..
    Não falou de mim né? :(

    Esses dias coloquei algo sobre homofobia..

    Snif snif...

    Bjão.

    ResponderExcluir
  8. Chilique é desnecessário... sou da turma do Kung Fu.

    ResponderExcluir
  9. Tudo em exagero é cansativo. Ano passado nos EUA, a organização gay estasva m,etendo o pau no desenho Family Guy por causa de um episódio que o protagonista do desenho virava um gay afeminado. Pô, qualé, um dos personagens principais mais legais é um bebê, super inteligente e super gay. Será que teremos que enxergar problema em tudo?

    ResponderExcluir
  10. Cada um tem que se fazer respeitar. Isso é fato!
    Chiliques, gritinhos, ameaças não atraem respeito e sim caricaturas.
    Viver é não ter a vergonha de ser feliz (Gonzaguinha).

    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Acho que tudo depende do andar da carruagem.
    Discutir sobre homofobia e discursar sobre homofobia, são coisas diferentes. Entende?

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro lagartixas! Elas comem os insetos. Adoro isso de natureza existir uma cadeia alimentar! Adoro estar no topo dela!E adoro o blog Canudos Coloridos também!

    ResponderExcluir
  13. Desnecessária euforia mesmo, e o respeito deve ser expresso e, acima de tudo, prservado!

    abraço e apareça, gosto de seus comentários sensatos, veja a polêmica de um filme que acabei de comentar lá no meu espaço, abs

    ResponderExcluir
  14. Paulo,sinceramente?Não entendi(mesmo) o que ele quis dizer.Acho que falta algo nessa argumentação.O que ele acha que deve ser feito?Cruzar os braços?Se quer se expressar,use argumentos não idéias sem nexo.
    Um beijo,querido.

    ResponderExcluir
  15. Eu sempre digo e os grandes produtores da Homofobia são os próprios homossexuais.

    Enfim, ainda temos muito que aprender sobre políticas públicas e respeito social!

    ResponderExcluir
  16. Assunto sempre polêmico no próprio meio e isto é bom e saudável ... abre as mentes e permite construirmos uma visão clara e crítica sobre o tema ...

    Pablo ... esqueci não ... vamos por partes ... rs ... este tema ainda vai render mais ... e faça o favor de desmanchar esta carinha viu? rs

    Mauri ... com certeza inteiramente desnecessário ...

    Wans ... perfeito tudo em excesso sobra ... tudo tem que vir na dose certa para não se perder o foco ...

    Guará ... é o que penso mesmo ... respeito não se impõe por leis ... [claro q não estou descartando a luta nem a necessidade de certas questões de cunho jurídico importantíssimas, mas respeito se conquista ... falou tudo ...

    Hello vc foi muito feliz no coments ... vamos discutir mais e discursar menos ...

    Mulher * ... vc tem cara de menina chiliquenta ... kkkk ... sua posição eu conheço bem e tem todo o meu aplauso ...

    Cristiano ... respeito conquistado e preservado ... as verdadeiras e plenas conquistas nunca foram por imposição ... tenho estado sempre por lá ... devendo só mais coments ... corrigirei a falha ...

    James ... permmito-me discordar inteiramente de vc ... não vejo o texto com baixa argumentação ... pelo contrário ... apenas nos mostra aquilo que foi configurado de maneira brilhante pela Hello em seu coment ... mais discussão e menos discursos ...

    EFS ... sim muito a aprender mesmo, a começar em não termos fobias dentro do próprio meio entre as diversidades na diversidade e mais: acabar com esta neura de vitimização gay e com a heterofobia latente no meio, tão nefasta qto a homofobia ... temos que aprender, gays e héteros, que isto são apenas rótulos ... o que existe é o ser humano em seus dois gêneros Homem e Mulher ... qto ás orientações q cada um confere à sua vida é problema de cada um e deve ser respeitada pelos outros ... respeito se conquista com posicionamentos pessoais perante à vida ...

    PS: um aspecto para refletir e por mais lenha na fogueira ... estes preconceitos ganham dimensão dentro de um pensamento burguês de uma classe média que se acha ... observem como pessoas da base da pirâmide social, lidam de maneira muito menos preconceituosa com estas questões ... [desde que não tenham sido picadas e envenenadas pela praga das religiões ...]


    bjux a todos ...

    a polêmica continua aberta ... isto é bom ... ajuda a crescer e amadurecer ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  17. Essa mania de fobia já encheu o saco. Então vamos discutir o heterofobia, a pobrefobia,a mulherfobia,a pretofobia, etc, etc, etc...
    Bjux

    ResponderExcluir
  18. eita ele amanheceu com a cachorra ... kkkkkkkkkkkkkk

    bjux DD

    ;-)

    ResponderExcluir
  19. Morte aos xiliquentos de plantão

    ResponderExcluir
  20. O GuyFranco me dá medo. Acho que é porque desenvolvi sindrome de Regina Duarte. Mas é justamente por as vezes ele dar medo que eu gosto de ir lá.

    Mas tem muita coisa que se não é homofobia é preconceito. E tem mais, eu não vejo fundamento nessa ideia de que fulano é contra os homossexuais, mas respeito. Afinal de contas, o que as pessoas tanto tem para ser contra os homossexuais?

    Se é homofobia ou não, eu gosto de falar das situações que me irritam e a blogosfera é um bom lugar. Pelo menos fico tranquilo porque não estou mais segurando nada.

    ResponderExcluir
  21. Sempre concordando contigo. Gays adoram gritar e espernear. Uma piadinha entre amigos ou um deslize e já atiram pedras.

    Depois reclamam quando a outra parte diz q está sendo perseguida por ser contra.

    Tudo bem, sofremos nas mãos dos demais por anos, mas pra que ser radical, radicalidade só gera ódio e destruição.

    bjux do Lico

    ResponderExcluir
  22. Aplaudo! Agora - peloamordavacajersey - chega dessa porra desse asssunto... hehe!
    O cachê será pago em tickets e vale-transporte, okay? E os ninfetos estão de férias... hahahahaha!!! Querido, ótimo fds pra ti! Hugz!

    ResponderExcluir
  23. então Fabiano ... os preconceitos maiores estão dentro da causa mesmo ... como exigir respeito se nós mesmos não respeitamos ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  24. olha outra estressada aí ... achei que era só o Wander ... tà bom viu D. Vaca! ... depois de dar o tombo nos cachês de seus astros ainda quer ditar normas ... os tickets e vale-transporte voce pode guardar na "Bolseta" ... a Vaca tem "Bolseta" não tem? hihihi ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  25. Ai gente, quer dizer, ai Paulo, eu tambem já estou careca, nao, cabeludo de tanta perturbacao com esse assunto aaah nao. Nao quero! E ninguem fala de heterofobia, eu sou heterofóbico e aew? Acho horrivel um homem e uma mulher se beijando na rua, a igreja permite esse estilo de vida? Quando uma mulher me olha estranho tentano paquerar eu morro de medo, fico agressivo e todos os outros sintomas e aew? Ninguem faz Tele Ton por causa disso faz? Ninguem faz Crianca Esperanca p isso faz? Nao quero!

    ResponderExcluir
  26. taí Renato ... gostei ... super criativo ...

    rs

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  27. Eu, chiliquenta???? Sou muito macho pra isso !!! Nhaaaaaaa

    ResponderExcluir
  28. Odeio pessoas histericas e.e
    Acho que as vezes sou até chata quando vejo alguem gritando pq viu isso ou aquilo sahasua tenho vontade de socar a cara da pessoa [brinks] hahahaha
    Adorei o texto ;)
    Beijão =*

    ResponderExcluir
  29. kkkkkkkkkkkkkk ... aff mas que mööölheres bravas gente ... ki meda das duas ... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    bjux O* e Caroline

    ;-)

    ResponderExcluir
  30. Nem me fala em ódio, esse tal de " Dourado" me dá ansia aff como pode um ser desses se achar o cara? Vontade de entrar na casa do bbb que nem aqueles povo dos EUA atirando pra todo lado no caso eu ia mirar só em uma pessoa hahahahaha #florafeelings

    ResponderExcluir
  31. kkkkkkkkkkkkkk ... #florafeelings foi tudo ... nem tô mais com tanto ódio ... kkkkkkkkkkkkkk

    bjux Caroline

    ;-)

    ResponderExcluir
  32. por isso que o melhor é encontrarmos um equilibrio,por que nada é perfeito e gritos não irão solucionar nada...

    ResponderExcluir
  33. Agradecendo o carinho de sempre.
    Saudade de ti, sabia?
    Que o teu final de semana seja tão doce quanto você.
    Com carinho deste Outono.

    ResponderExcluir
  34. Oi Pauloo,

    Pior que menininha chiliquenta é criancinha chiliquenta..EU ODEEEIO profundamente.
    Ain, chilique é uó, gente que fala demais é uó...Aprecio mais o meu silêncio mortífero, como vc mesmo disse no meu blog..
    Tantas outras coisas pra se discutir.Aff.

    Beijinhux..

    Dand.

    ResponderExcluir
  35. Hahahaha
    Os textos do Guy são ótimos mesmo.
    Eu digo o seguinte: concordo e não concordo com esse ponto de vista.

    Concordo porque falar, falar, falar não adianta nada. É preciso agir. O mundo gira por conta das atitudes e não da baderna.

    E ao mesmo tempo não concordo porque se ninguém tocar no assunto, se ninguém comentar como é que fica? Um elefante branco?

    ResponderExcluir
  36. Os preconceitos maiores estão dentro da causa mesmo ... como exigir respeito se nós mesmos não respeitamos.

    Penso como vc,Paulo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  37. Amigos Fernanda, Michele, Dand, CPessoa, Lobinho ... vamos dicutir mais e discursar menos ... vamos acabar com o preconceito dentro de nós mesmos para combater os dos outros ... a causa é nobre mas se perde no meio de tantos desatinos ...

    obrigado a todos que por aqui passaram e deixaram seus pontos de vista ... o tema é polêmico mas o Gui Franco contextualizou muito bem a questão ...

    bjux a todos ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  38. Fala Paulo,

    No Brasil de hoje temos que combater a homofobia e heterofobia. Educação é a chave para termos uma sociedade mais esclarecida, sabia e equilibrada.

    ResponderExcluir
  39. O texto de certo mostra uma opinião fortee, mas sou ainda daquela que cada um se deve comportar como se sente melhor, seja menina chiliquenta ou homossexual, se as pessoas se habituam às meninas chiliquentas, porque não se habituar aos homossexuais?;D

    by the way, obrigado pelo comentario sobre o meu trabalho :)

    ResponderExcluir
  40. Ronson obrigado pela presença e pelo registro de seu ponto de vista ... este tema efetivamente instigou a todos a se posicionarem e a uma reflexão mais profunda ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin