segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Sobre o Ciúme




Porque eu tenho pesadelos que parecem tão reais até quando você me abraça. E eu acordo triste, e brigo de verdade e passo o dia grave e dolorido como quando a gente leva um tombo no piso liso...que é só o passado. É como se eu sentisse um ciúme horroroso do meu livro predileto comprado em sebo, a dedicatória apaixonada que não é a minha, os resquícios do manuseio de outras mãos. Alguém corrompeu o trecho que eu mais gostava quando grifou à caneta algo que não pude apagar com borracha e que era tão secretamente meu. Desenhou corações onde só havia minha dor e eu discordei da interpretação alheia. E achei aquilo tudo de uma crueldade atroz. Mas permaneci com o livro no colo, cheio de um afeto confuso por ele: afeto pelo que era, angústia por já ter sido de outro alguém, e aquela sensação (imbecil) de falta de exclusividade. Eu que sempre achei que tudo é e está para o mundo.Perdoa o meu senso de auto-importância, já que não consigo perdoar o meu egoísmo.Eu sei que em alguns presentes, no embrulho, laços do passado são aproveitados. Eu só queria que eles não fossem tão vermelhos: desses que doem nos olhos e no coração.


Marla Queiroz [ligeiramente adaptado]


Paulo Braccini
enfim, é o que tem pra hoje...

18 comentários:

  1. Que triste. Como eu sou egoísta, super me identifiquei com esse texto, nossa, realmente somos livros usados, com dedicatórias e páginas deficientes, rabiascadas, outras em branco, mas muitas já preenchidas. Eu nunca quis ler o "livro aberto" que é a vida dos meus amores, por egoísmo, do medo de me machucar, de ver páginas coloridas demais, e me sentir incapaz de ter tantas cores para ser melhor... para rabiscar bem o futuro... não, era melhor quando eu era um analfabeto amoroso e não entendia de livros, de dedicatórias, quando eu não passava de um marcador de páginas, sem fazer parte do livro...

    ResponderExcluir
  2. Ah o ciúmes, de fato quem ama alguém têm, até de objetos pessoas etc...

    Estou com ciúmes de quem não tenho e de quem eu possa não ter, como fazer? sofrer.

    buáaaaaaaaaaaa


    O sentimento de poder esse hein, tá louco sô


    bjuxxxxxxxxxxxxxxx

    ResponderExcluir
  3. Esses dias eu estava pensando em postar sobre o assunto e não me veio nada em mente, de repente hoje iniciando a semana, no meu café matinal me deparo com sua postagem.
    Esse texto é PERFEITO o ciúmes é egoísta e destrói.
    Adorei ter você no meu Divã! Espero que volte, sempre que quiser.

    Beijos e uma semana recheada de coisas boas em sua vida!


    Jhully
    Conversas Atrevidas no Meu Divã

    ResponderExcluir
  4. Ciúmes possessivo é degradante. Fazemos tanta bobagens e alcançamos um nível de ridicularidade inimaginável.
    Tem aquele ciúme mais tranquilo, mas também não sei se é bom.
    Já fui muito ciumento e detestei. Não quero mais aquilo.
    Hoje ainda sinto, porém de maneira mais inteligente (se é que ter ciúme seja inteligente). Entretanto procuro pensar em outras coisas e afastar a dúvida.
    Não ter ciúmes é melhor para o relacionamento e para si próprio.

    ResponderExcluir
  5. Renato, Eduk, Jhully, Guará ... o ciúme é um sentimento inerente ao ser humano ... qdo se gosta temos ciúmes ... inevitável ... o segredo está em administrá-lo e não permitir que ele seja causa de dor, angústia e sofrimento ... eu por mim sou extremamente ciumento, mas ninguém [nem mesmo eu] se apercebe disto ... creio que consegui meu ponto de equilíbrio qto a isto ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  6. Paulo,
    Fico feliz em saber que achou teu ponto de equilíbrio.
    Infelizmente tenho traumas desse sentimento, e as piores recordações que alguém pode ter. Tive parceiros
    que passaram dos limites com tal sentimento, que o amor acabou morrendo não sei dizer no que se tranformou mas existiram momentos que a raiva entrava em minha vida pelo que eu estava recebendo desse mau , e destruidor sentimento que é o cíumes. Consegui me livrar, mas o desgaste foi tanto tanto que achei que não ia conseguir suportar.

    Fico com as palavras do Guará: .
    Não ter ciúmes é melhor para o relacionamento e para si próprio.

    ResponderExcluir
  7. adorei,,,belo texto....é, ciúmes é complicado...todos temos, todos sentimos, ainda mais quando realmente gostamos de alguém, seja um amigo, familia, namorado ou namorada.

    O lance é não deixar este sentimento trasnforma-se em algo obsessivo...o que para muitos é difícil.......

    ResponderExcluir
  8. O amor não deveria ser baseado no egoismo, na possessão, mas infelizmente o ser humano é egoísta por natureza e com isso surge o ciumes.

    E ele é gostoso quando bem dosado e não se transforma em uma doença capaz de destruir uma relação.

    ResponderExcluir
  9. Querido Paulo:

    Realmente se ler este texto brilhante que acabo de ler "é o que tem pra hoje" quero permanecer fulltime neste espaço(rs). Quanta sensibilidade,quanta beleza, quanta força.O ser humano é egoísta mesmo. Temos um apego absurdo a coisas que queremos possuir sem percebermos que o verdadeiro amor é livre e não reside na gaiolas da loucura.
    Beijão e linda semana.

    ResponderExcluir
  10. pois então Jhully, Alexandre e Fabiano ... continuo com minha perspectiva que a única forma de lidarmos com este sentimento é o controle ... não permitir que ele se torne doentio e compulsivo ... acabar com ele penso q é algo impossível ... alcançarmos tal desprendimento está muito além da capacidade humana ... enfim ...

    bjux a todos

    ;-)

    ResponderExcluir
  11. pois então Edilson fique ... risos ... vou adorar ... vc tem toda razão ... amor é livre ... e são posse ... mas enfim ... somos egoístas mesmo e por isto pagamos o preço né?

    bjux querido

    ;-)

    ResponderExcluir
  12. Lindíssima prosa poética. Este é um grande aprendizado, tem a ver com desenvolver auto-estima e poder interior.
    Na astrologia, este é um tema para o planeta Plutão.
    bjos querido

    ResponderExcluir
  13. nussa Mago Dalla ... amei a aula ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  14. Ai Paulinho, sou ciumenta mesmo! Não aquele ciúme de maluca, mas um ciúme maluca-e-meio...ahahahaha

    Beijo imenso, menino lindo.

    Rebeca


    -

    ResponderExcluir
  15. Ciúme é algo tão amplo,pode ser de tantas coisas tantas formas e maneiras,só que ele começa a fazer mal quando vira egoismo...é o que geralmente acontece...

    ResponderExcluir
  16. Rebeca! e eu não sei? kkkkkkkkkk ... na hora lembrei-me de ti ... kkkkk ... e de alguém mais é claro ...

    Fernanda! perfeito ... aí reside o grande problema não é?

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  17. ciúmes tenho!!
    naum gosto dele!!
    mas acredito q seja necessario, mostra q nos importamos com outro ainda, mas acima de tudo nos importamos com nós mesmos!!
    abraço!

    ResponderExcluir
  18. realmente Vanderson ele é parte de nossa natureza mas tem q ser muito bem administrado ... fazem sofrer e pode ser causa de perdas irreparáveis ...

    bjux querido

    ;-)

    ResponderExcluir

então! obrigado pela visita e apareça mais, sempre teremos emoções para partilhar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin